16.10.20

Secretaria da Educação anuncia em live comemorativa ao Dia dos Professores a criação do Prêmio Paulo Freire



A Secretaria da Educação do Estado (SEC) anunciou o lançamento do Prêmio Paulo Freire, durante a live “Histórias de vidas e a profissão de ensinar", promovida em homenagem ao Dia dos Professores, nesta quinta-feira (15). A atividade contou com as participações do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues; do subsecretário Danilo Souza; da professora Maria Isabel dos Santos Gonçalves, que conquistou, este ano, o “Prêmio Educador Nota 10”; da professora e cantora Juliana Ribeiro; do professor português António Nóvoa; da filha de Paulo Freire, a professora Fátima Freire; do professor Zilton Rocha; do multi-instrumentista Júlio Caldas; e de estudantes da rede estadual, sendo mediada pela diretora-geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Cybele Amado.

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre a simbologia da data. “Registramos os nossos reconhecimentos pela dedicação, qualidade e amor dos professores e das professoras baianas. É importante destacar que este é um ano diferente, mas não abrimos mão desta homenagem. Quero abraçar a todas e todos vocês, professores, professoras, estudantes, gestores, coordenadores pedagógicos, das redes estadual, municipal, particular e da Educação Superior. Estamos sentindo muita falta do cheiro da escola e muita falta deste contato presencial com as professoras e os professores”.

O subsecretário Danilo Souza divulgou o Prêmio Paulo Freire. “O que marca muito as nossas lembranças em relação aos nossos professores é o afeto. Educação é esse diálogo amoroso, como nos fala Paulo Freire e este prêmio que está sendo anunciado no dia de hoje será, em breve, organizado a partir de uma comissão, constituída de todos os NTEs (Núcleos Territoriais de Educação), e terá como foco valorizar e reconhecer as boas práticas pedagógicas nas escolas”.

Representando a categoria, a professora de Filosofia do Colégio Estadual Rui Barbosa, no município de Boninal, Maria Isabel Gonçalves, dedicou aos colegas o prêmio que recebeu, com o projeto "As filosofias de minha avó: poetizando memórias para afirmar direitos". “Hoje é um dia de muita emoção, porque me faz lembrar de todos os professores que investiram tanto em mim, desde criança, tendo sido a minha mãe a minha primeira professora. O professor é uma carta aberta de esperança, é um mensageiro da esperança”.

O professor e embaixador de Portugal na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), António Nóvoa, mandou a sua mensagem para os professores. “Nestes tempos tão duros, dramáticos, em que muita gente – governos, autoridades e instituições – não estiveram à altura de suas responsabilidades, os professores souberam se fazer presentes na vida da sociedade. O exemplo dos professores deve nos inspirar para construir uma escola mais inclusiva, mais fraterna e abrir um tempo novo na Educação. Hoje, mais do que nunca, as sociedades sabem que não podem dispensar os seus professores porque eles são essenciais para a educação”.

O educador Paulo Freire foi homenageado através de sua filha, a professora Fátima Freire. “Tenho refletido, durante este momento de pandemia, o quanto o maior instrumento pedagógico do educador, que é o poder da fala, está sendo requisitado, sobretudo quando as nossas crianças não estão tendo contato entre si e com a escola. E neste momento fica ainda mais evidente a desigualdade que existe em nosso país. A grande maioria dos nossos alunos e educadores não têm os meios tecnológicos suficientes e isto me deixa muito indignada. Precisamos permitir um acesso mais humano para todos e que o vínculo entre professores e alunos não se perca”.

A professora e cantora Juliana Ribeiro também falou sobre a importância dos professores. “A formação acontece ao longo da vida e alguns professores se tornam mestres e não tem a ver com formação. O mestre é aquela pessoa sábia, aquele que sabe passar o conhecimento através do aprendizado. Eles aprendem enquanto ensinam”, afirmou.

Os professores Jorge Portugal, Jaime Sodré e a professora Makota Valdina foram lembrados e homenageados, em memória, durante o evento.

Foto: Divulgação.

Nenhum comentário: