3.6.22

Encontro discute atualização do Plano de Desenvolvimento Integrado Bahia 2035

A atualização do Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) Bahia 2035 e a elaboração da sua carteira de projetos  foi discutida, nesta quarta-feira (01), durante encontro que reuniu técnicos e gestores das secretarias estaduais de governo no auditório da Secretaria Estadual da Educação (SEC). O evento, promovido pela Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), através da Superintendência de Planejamento Estratégico (SPE/Seplan), também tratou da preparação para a construção do Plano Plurianual 2024-2027.

“Este dia representa um marco importante no Sistema de Planejamento e Gestão Estratégica (Sepege).Nós estamos rodando o ciclo do planejamento e uma das funções mais importantes do Sepege é o planejamento estratégico, o nosso PDI, que serviu de base estratégica para o PPA vigente e com a proximidade do novo ciclo, inevitavelmente precisamos atualizá-lo”, destacou o secretário do Planejamento em exercício, Cláudio Peixoto.

O superintendente de Planejamento Estratégico da Seplan, Ranieri Muricy, falou sobre o momento do Planejamento Estratégico no Estado. “A Seplan vive um momento importante de atualização dos instrumentos de planejamento e dentre eles o PDI, o Plano de Desenvolvimento Integrado da Bahia que aponta para 2035, um trabalho cotidiano que vem sendo realizado desde 2018 com a parceria da SDE (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) e do Codes (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia). Recentemente a Seplan assumiu o plano, exatamente porque ele é vinculante para que as demais políticas públicas possam ser planejadas”, explica.

Muricy ressalta ainda que este é um momento em que a Seplan dialoga com todas as secretarias para construção de uma carteira de projetos, parte integrante do PDI, e neste sentido os projetos precisam representar um grau de mobilização e consciência de todo o governo. “Desta forma, a Seplan, como secretaria sistêmica, está trabalhando para concluir esta carteira de projetos a fim de que esta sirva  como base para o novo ciclo de desenvolvimento que a Bahia  pretende viver”, conclui.   

O PDI foi elaborado em 2018 pela Seplan com apoio do Codes e da SDE contou com o envolvimento de diversos atores e instituições. Em 2019, iniciou-se o levantamento de projetos pensados e em andamento nos instrumentos de planejamento que permitissem implementar o plano. O trabalho tem como foco a identificação dos diferentes projetos, nas diversas políticas públicas, que se relacionem e se complementem, permitindo organizar investimentos que deem conformação a um desenvolvimento inclusivo, sustentável e dinâmico.

A carteira de projetos, de acordo com a SDE/Seplan, será o resultado da estratégia de planejar de forma preventiva e proativa no Estado, reposicionando o planejamento de longo prazo como instrumento orientador do Estado, reposicionando a esfera pública como agente de transformação e direcionador de ações e projetos que resultem em desenvolvimento integrado.

Atualmente a Seplan conta com a consultoria da CP Empreendimentos, empresa contratada através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para apoiar o Estado nesse levantamento de projetos em diversas secretarias e órgãos da administração, criando uma metodologia de hierarquização que possa dotar os agentes públicos de condições para a decisão de alocar os investimentos de forma setorial e territorial.    

 

Nenhum comentário: