6.8.20

Decretos paralisam oposição enquanto prefeito e pré-candidatos vereador fazem a farra com programas do governo

 

Já faz alguns dias que a população de Paulo Afonso na Bahia começou a perceber uma movimentação atípica, até mesmo para anos eleitorais. É que o prefeito da cidade Luiz de Deus, vem baixando decreto e mais decretos que impedem a circulação de pessoas, fecha o comércio, faz lockdown (confinamento) usa de todos os artifícios, segundo as informações contidas, para combater a proliferação da doença.

Ocorre que já se percebeu que enquanto todos estão em sacrifício, vereadores e pré-candidatos este ano da base do governo, estão presentes em ações do governo municipal causando aglomerações e obtendo dividendos políticos, o que é proibido pela justiça eleitoral.

Ações atípicas que estão ocorrendo:

Contratação de pessoas em quantidade superior a anos anteriores.

Distribuição de cestas básicas. Segundo a própria secretaria de desenvolvimento social, só de março até agora foram entregues 5.170.

Distribuição de refeições do tipo quentinha fora do espaço do restaurante popular. Segundo a Sedes, “até o momento já foram disponibilizadas cerca de 5000”.

Programas de saúde, como o que ocorreu hoje no povoado Juá, e que não teria acontecido em anos anteriores.

Enquanto tudo isso acontece, a oposição está impedida de se movimentar por força dos decretos.

Nenhum comentário: