10.9.21

Segunda edição do Festival Literário sul - Bahia ocorre agora em setembro

 


O Segundo Festival Literário Sul - Bahia (FLISBA) acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de setembro de 2021 pelo canal do FLISBA no Youtube. O FLISBA tem como tema nessa edição: “Primavera Literária: arte na superação da pandemia”. Serão três dias com mesas envolvendo debates literários, saraus, slam, apresentações de escritores, poetas e artistas, além de oficinas com contações de histórias e escritas literárias. Todos os públicos, inclusive, crianças e adolescentes podem participar. Para Tácio Dê, membro organizador, “o FLISBA é um momento que une diversidade e ousadia, revigorando as artes enquanto força de cura”, ele aproveita para justificar o recorte do FLISBA para esse ano.

Já para Roger Ferreira, poeta do distrito de Taboquinhas, “o FLISBA é um movimento que une todo o litoral sul e o coletivo mantém às portas e janelas abertas para a diversidade cultural, social e literária”, complementa o flisbiano de Itacaré.

Como na primeira edição, o FLISBA visa difundir a literatura, promover o intercâmbio cultural e refletir sobre a cultura popular, questões ligadas à diversidade de gênero e direitos humanos, as mulheres na literatura, conforme fica explicitado na programação do evento. Nessa segunda edição, as homenagens serão prestadas a Paulo Freire, Carolina Maria de Jesus e Elvira Foeppel. Respectivamente, um nordestino - educador, uma catadora de resíduos sólidos e escritora do sudeste e a sul-baiana que desafiou os costumes de seu tempo na região do cacau.

Para a professora Anarleide Menezes, o FLISBA “é uma realização coletiva e se tornou um aglutinador de artistas, pesquisadores, escritores, poetas e pensadores contemporâneos. Esse movimento, num impulso criativo, protagoniza ações com a missão de dar voz aos autores, abraçar suas novas linguagens e divulgar suas experiências”, concluiu a também membro da Academia de Letras de Ilhéus.

As mesas literárias vão ocorrer pelas tardes e noites. A transmissão das mesas ocorrerá pelo Youtube. No entanto, as oficinas literárias vão ocorrer no turno da manhã via plataforma Zoom e terão suas inscrições realizadas de forma antecipada pelo Sympla com datas a serem divulgadas nas redes sociais do FLISBA. Ao longo da programação intervenções artísticas e lançamentos de livros serão realizadas.

As pessoas que vão acompanhar as mesas online e possuem interesse em receber certificação poderão fazer a inscrição via plataformaSympla no seguinte link.

Para Sheilla Shew, que participa da organização do evento, o FLISBA “terá uma rica programação, que inclui debates, saraus, slam, exposições editoriais e apresentações culturais, que respeita o legado literário e se soma as revelações dos nossos dias.”

A programação do FLISBA contempla o SLAM SUL-BAHIA MAGNUS VIEIRA, que faz uma homenagem a um dos criadores do FLISBA e do Slam dentro da programação do Festival. O poeta faleceu no mês de março deste ano, surpreendendo a comunidade cultural do Estado da Bahia. Os vencedores do Slam vão receber brindes e os participantes serão certificados pela participação. O Slam é uma competição de poesia falada.

O FLISBA 2021 está sendo organizado pelas seguintes pessoas: Anarleide Menezes, Aurora Souza, Cátia Hughes, Cremilda Conceição, Efson Lima, Fabrício Brandão, Geraldo Lavigne, Jane Hilda Badaró, Igor Luiz, Indy Ribeiro, Laura Ganem, Luh Oliveira, Paula Anias, Pawlo Cidade, Ramayana Vargens, Raquel Rocha, Ruy Póvoas, Roger Ferreira, Sheilla Shew, Silmara Oliveira, Tácio Dê, Tales Pereira, Tica Simões e Walmir do Carmo. O perfil do coletivo continua eclético com professores, advogados, jovens, idosos, homens e mulheres sob diferentes perspectivas que se juntaram para a realização do FLISBA no ano passado e que continuam a desenvolver diversas ações literárias e culturais no sul da Bahia por meio das redes sociais durante esse período da pandemia.

Luh Oliveira, professora, escritora e organizadora do FLISBA, defende que “a segunda edição do Flisba vem mostrar que ‘arte é preciso’, que a arte é uma espécie de tratamento terapêutico nesse momento de pandemia no qual ainda estamos imersos”. Ela complementa defendendo que o “Flisba veio para ficar e continuar seu propósito de fomento à literatura na nossa região e no entorno”.

A realização do FLISBA 2021 conta com os seguintes apoios: Academia de Letras de Ilhéus, Academia de Letras de Itabuna, Academia de Letras e Artes de Canavieiras, Centro Público de Economia Solidária (Cesol), Unime e Casa Jonas e Pilar.

Mais informações sobre o FLISBA podem ser obtidas pelas redes sociais do evento. A organização pede que as pessoas se inscrevam nos canais, especialmente, no Youtube que será a plataforma principal para a transmissão do evento, assim como sigam as redes sociais do FLISBA. Youtube.

 

Instagram: @flisba

Facebook: Flisba


PROGRAMAÇÃO FLISBA 2021

#flisba2021

Tema: Primavera Literária: Arte na superação da Pandemia

Homenageados(as): Paulo Freire, Carolina Maria de Jesus e Elvira Foeppel

 

Dia 24/09 (sexta-feira)

Mesa de abertura

18:30h

Luh Oliveira, organizadora do FLISBA

Sheila Shew, organizadora do FLISBA

Pawlo Cidade, presidente da ALI

Tácio Dê, representante da ALAC

Silmara Oliveira, presidente da ALITA

Santo Ádamo, Diretor da UNIME/Itabuna.

 

Homenagens

Mesa 1 - Quem tem medo de Paulo Freire? Literatura, educação e cultura popular

20h00

Expositor(a):

- Ramayana Vargens

- Gilvânia Nascimento

Mediação: Silmara Oliveira

 

Dia 25/09 (sábado)

08:30h: Oficina 1- Ilustração de Livros com João Lucas

10:30h: Oficina 2- Contação de história: Mirian Oliveira e Cremilda da Conceição

10h30 Oficina 3: Conto – Cátia Hughes

Mesa 2 - A mulher na literatura - Reflexões em Elvira Foeppel e Carolina de Jesus

14h00

Expositoras:

- Thaise Santana

- Margarida Fahel

- Raquel Rocha

Mediação: Anarleide Menezes

 

APRESENTAÇÃO ARTÍSTICA - Casa de Cultura Jonas e Pilar

Mesa 3 - Direitos humanos, literatura e grupos identitários

17h00

Expositores(as):

Gabriel Nascimento

Eloah Monteiro

Karkaju Pataxó

Tales Pereira

Mediação: Efson Lima

Sarau Flisbático

19h00

Apresentações diversas (música, poesia, performances entre outros)

Mediação: Tácio Dê, Fabrício Brandão e Tales Pereira.

Lançamento de livros:

- Rogério Medrado

Mesa 4 - A necessidade da arte

20h00

Expositores(as):

Pawlo Cidade

Jackson Costa

Jane Hilda Badaró

Guilherme Albagli

Adroaldo Almeida

Mediação: Geraldo Lavigne

 

Dia 26/09 (domingo)

09:00h: Oficina 4 - Poesia com Roger Ferreira

10:30h: Oficina 5 - Conto para Crianças com Neila Bruno

10:30h: Oficina 6 - Contação de história com Paula Anias e Aurora Souza

Mesa 5 - Cultura Popular e suas linguagens

14h00

Expositores(as):

- Mestra Lainha

- Cineclube Claudio Lírio

- Jorge Batista

- Jailton Alves

Mediação: Walmir do Carmo

Slam Magnus Vieira

16h00

Mediação: Roger Ferreira, Igor Luiz, Sheila Shew e Tales Pereira.

Apoio: Cesol, Casa Jonas e Pilar, ALI, ALAC e ALITA e Unime.

Nenhum comentário: