Dimas Roque: Codevasf lança Plano para o Desenvolvimento Sustentável das Atividades Pesqueiras e Aquícolas em sua área de atuação

26.6.19

Codevasf lança Plano para o Desenvolvimento Sustentável das Atividades Pesqueiras e Aquícolas em sua área de atuação


 

Lançamento ocorre durante o I Ciclo de Debates Sobre Revitalização – Recursos Pesqueiros e Aquicultura, em Brasília (DF)

O Plano para o Desenvolvimento Sustentável das Atividades Pesqueiras e Aquícolas na Área de Atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) será lançado nesta quinta-feira, 27, durante o I Ciclo de Debates Sobre Revitalização – Recursos Pesqueiros e Aquicultura, na sede da empresa, em Brasília (DF). Durante o evento, serão apresentadas as ações de revitalização dos recursos pesqueiros e de fortalecimento das cadeias produtivas da pesca e aquicultura realizadas pela Codevasf, além de discussões sobre a regularização de projetos aquícolas em águas da união e lançamento de publicações técnicas voltadas para o setor.



“Dados estatísticos revelam que hoje, a produção aquícola no mundo já ultrapassou a produção pesqueira e o Brasil, com o grande potencial de águas interiores, já demonstra também essa tendência. Nesse cenário, a Codevasf tem muito a contribuir, pois atuamos em dezessete bacias hidrográficas principais e contamos com seis centros integrados de recursos pesqueiros e aquicultura que, desde a década de setenta, desenvolvem pesquisa e tecnologia, bem como apoiam as cadeias produtivas. Nesse ciclo de debates vamos apresentar o plano e analisar nossos desafios”, afirmou Fábio Miranda, diretor da Área de Revitalização de Bacias Hidrográficas.

O lançamento do plano será a primeira atividade do ciclo de debates. O documento será apresentado pela gerente de Desenvolvimento Territorial, Maria Valdenete Nogueira. O plano foi elaborado com o objetivo de traçar um planejamento e diretrizes para as ações de pesca e aquicultura da Codevasf.

“O documento prevê um horizonte de quatro anos (2020 a 2023) para a realização de ações de apoio técnico; estabelecimento de parcerias com instituições públicas e privadas, com organizações de produtores e de pescadores artesanais e entidades internacionais; difusão de tecnologias de reprodução de espécies nativas, com a definição de produção de espécies prioritárias, além da redefinição das principais ações para a revitalização dos recursos pesqueiros e monitoramento da qualidade da água, entre outras ações”, explica Valdenete.

Apresentações e outras atividades

Durante todo o dia, a programação prossegue com diversas atividades. Ainda pela manhã, acontecem três apresentações. O técnico Yoshimi Sato, que atua no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Três Marias, em Minas Gerais, fará um relato sobre a experiência da Codevasf na revitalização dos recursos pesqueiros. Em seguida, a apresentação será sobre a produção do camarão pitu no Baixo São Francisco, com o engenheiro de pesca Iru Guimarães, do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume em Sergipe. Na sequência, o Programa Piracema do São Francisco será apresentado pelo engenheiro de pesca Maurício Grós, do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Gorutuba, em Minas Gerais.

No horário da tarde, o evento tem continuidade com as apresentações sobre as ações de pesca e aquicultura no Piauí, a cargo do técnico em Aquicultura Rafson Varela, e no Norte Baiano, com o engenheiro de pesca Luciano da Rocha, da Codevasf em Juazeiro (BA). Na sequência, Juliana Lopes da Silva, da Secretaria de Aquicultura e Pesca, ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, irá abordar a regularização de projetos aquícolas em águas da União.

Como parte do evento, será lançada as edições revistas e atualizadas do Manual de Criação de Peixes em Viveiros e do Manual de Criação de Peixes em Tanques-rede, voltados para a capacitação de pequenos e médios produtores. Será lançado também o Catálogo de Peixes do Rio Itapecuru no estado do Maranhão e o Diagnóstico Ambiental do Rio Itapecuru – Lagoas Marginais.

Para encerrar as atividades, será feita uma visita técnica à Unidade Demonstrativa de Criação de Peixes Integrada com o Cultivo de Hortaliças da Codevasf Sede (Aquaponia).

Revitalização em debate

A realização do I Ciclo de Debates sobre Revitalização – Recursos Pesqueiros e Aquicultura faz parte de uma iniciativa da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf, por meio da Gerência de Desenvolvimento Territorial, iniciada no mês de maio, que visa a demonstração de casos de sucesso e discussão dos desafios futuros dos programas e ações desenvolvidos pelas diferentes gerências ligadas ao setor – de Meio Ambiente, de Empreendimentos Socioambientais e de Desenvolvimento Territorial e Programa Água Para Todos.

Ainda no segundo semestre, estão previstos novos eventos sobre outros temas, como a importância dos licenciamentos e o saneamento básico.

Nenhum comentário: