5.4.18

RODA VIVA DE CASUÍSMOS Por Murilo Siquara

Acho formidável esse festival de "tecnicismo" para que se consume a prisão de LULA de qualquer jeito e a qualquer custo, só lamento não vê-lo aplicado mais energicamente na defesa intransigente do Estado de Direito, da ampla defesa, do princípio da Presunção da Inocência, do devido processo legal, etc. Pois, é incompreensível que Bacharéis de Direito, investidos de qualquer função,  não se escandalizem ante a abusiva prática "medieval" de prisões preventivas, desde que contra petistas, lógico, prisões que visam extorquir delações premiadas "a la carte" ( que devem fazer contorcer o espírito de Cesare Baccaria), é incompreensível que profissionais do direito não se choquem com a prática de escuta em cela de preso, gravando conversa entre advogado e seu cliente, fato denunciado pelo próprio agente da PF, quando denunciou o que fora feito na cela de Alberto Youssef, a partir da qual pautou-se a primeira delação da Lava Jato, por isso inegavelmente viciada e que contamina todas as subsequentes, também é inacreditável ver não se indignarem com escuta telefônica ilegal em escritório de advocacia captando 400 horas de conversas entre clientes e advogados, afetando 35 destes profissionais, e com recorrentes cerceamentos da ampla defesa, impedindo acesso aos autos e inquéritos por parte dos advogados de defesa, e com o impedimento de uma legítima presidenta da República, a despeito da sabida inexistência de prática de crime de responsabilidade, daí estar até hoje pendente o julgamento do mérito no STF. Inúmeras outras poderiam ser elencadas, mas, fiquemos por aí.

O mal-estar dos que odeiam o PT decorre da natureza pequena burguesa que lhes caracteriza. Pequenos burgueses porquê dos burgueses só ostentam a mentalidade, sabemos que os burgueses são quem detêm o capital, mas, aqueles pensam a realidade pela lente e ponto de vista destes, e a veem como se ricos fossem, a isto, Marx chamava de falsa consciência, a essência da alienação. Isso permitiu e fez com que todos eles fossem tão facilmente cooptados pela Rede GOLPE e pela FIESP, para irem para a rua a pedir o Fora DILMA irrefletidamente, como fiéis soldadinhos de chumbo, dando prova inequívoca da mais erudita ignorância ao acreditar que tanto uma quanto a outra possam defender interesses do trabalhador e do Brasil. Mas, eles vestiram suas camisas da seleção brasileira e foram às ruas, sob as faixas que proclamavam orgulhosamente serem todos CUNHA. A propósito, cadê os BLACK BLOCs, movimento inicialmente anarquista, que fizeram das ruas um campo de guerra por causa do aumento de 2,0 centavos na passagem de ônibus, mas, atualmente desaparecidos depois que veio a revelação que quatro dos presos com "coquetéis" eram filiados ao PSDB paulista, nele "infiltrados", e que ao contrário de serem enquadrados na "lei de segurança nacional", já estão em casa sãs e salvos. Já imaginaram se fossem filiados ao PT?
Não é justo criticar qualquer governo opondo lhe uma comparação em relação a um governo ideal. Todo governo deve e precisa ser responsavelmente criticado, mas, o PT sofre perseguição muito mais pelos seus acertos e virtudes que pelo seus erros, que certamente existiram. Mas, é evidente e inegável que foi a maior experiência democrática já havida no Brasil. Senão, vejamos: o que de mais democrático pode fazer um governo do que emprestar função social aos bancos públicos, indispensáveis instrumentos de implementação de políticas públicas adequadas, o que dizer de democratizar o acesso da população às universidades, combater e reduzir as desigualdades sociais e regionais, fortalecer e criar órgãos fundamentais ao combate à corrupção, gerar empregos ( sete anos de pleno emprego, enquanto o primeiro mundo de desmanchava ) e distribuir renda, fazer a economia saltar da décima sexta à sexta do mundo, promover a maior inclusão social da história, bem como o maior programa habitacional, dar respeito, credibilidade e protagonismo ao Brasil frente a grandes organismos internacionais, etc.
Tudo isso fazem de LULA e do PT um ponto fora da curva, e estão sendo perseguidos por insultar a Casa Grande ao quebrar a lógica de que filho de pedreiro tem que ser pedreiro, filho de agricultor, agricultor, filho de porteiro, porteiro, porque essa história de filho de pedreiro, agricultor e porteiro quererem ser advogados, médicos, etc., isso é uma inadmissível indisciplina, insubordinação, desordem, que tinha que acabar. LULA é reconhecidamente a maior liderança política da história do Brasil, cujo reconhecimento se estende ao mundo inteiro. Seu crime foi se insurgir contra a desigualdade social e toda sorte de injustiça que a acompanha, colocando pela primeira vez o Estado para olhar, cuidar e dar condições aos menos favorecidos, que se encontram em condições vulneráveis por culpa da própria omissão deste ente, e não por incapacidade e incompetência próprias.

Todos quantos hoje apoiam essa perseguição e justiçamento terão uma enorme dificuldade de explicarem aos descendentes, filhos, netos, etc., o porquê estiveram ao lado dos GOLPISTAS, dando força e sustentação para a implantação de um governo entreguista, traidor, fascista. Porque vocês deram amparo a toda sorte de crime de lesa pátria perpetrado por essa horda de canalhas que liquidam com a nação e o Estado brasileiro, ao darem prosseguimento à implantação do projeto neoliberal, iniciado no período FHC, agora, entregando suas riquezas, quebrando suas empresas estratégicas, como a entrega da Embraer, maior centro de produção de conhecimento e tecnologia do país, à estatal Boing, e subtraindo a possibilidade de intervenção estatal nas áreas da saúde, da educação e segurança, com o engessamento do orçamento por vinte dolorosos anos, graças às bancadas da bala, da bíblia e do boi. Só para lembrar, em 2008, quando estourou a crise nos EUA, Barack Obama correu ao congresso para que este o autorizasse um gasto extra de 950 bilhões de dólares, para que pudesse intervir e fomentar investimentos e atuar na recuperação de suas grandes empresas. Naquela ocasião sua dívida pública correspondia a 69% do PIB, hoje, esse percentual equivale a 123%. Essa lei de responsabilidade fiscal foi imposta, se vocês não sabem, pelo FMI.

Mas, estarrece mesmo e ainda mais, não ver vocês abandonarem essa visão "tecnicista" e não se escandalizarem ante as aberrações contidas na inepta sentença do herói dos Coxinhas, na qual ele próprio se declara não ser o juiz natural, e fundamenta sua decisão referindo-se à figura do "proprietário de fato", inexistente no Código Civil brasileiro. Daí sua sentença e a confirmação pelo TRF4 merecerem escandaloso destaque nos principais e grandes periódicos do mundo inteiro, El Pais, The Guardian, Time, Le Mound e NY Time. Este último estampou, " Sentença de Moro atira o Brasil no abismo e Decisão do TRF4 liquida com a democracia", já o Le Monde cobre metade da primeira página com uma "charge" que nos envergonha como nação, mostra a Justiça sendo enforcada em praça pública na presença de multidão de pessoas vestindo a, agora, pejorativamente famosa camisa da seleção brasileira, graças aos Coxinhas.
LULA é condenado em uma ação por ser beneficiário de um suposto esquema de propina que tem como objeto um apartamento, o tal tríplex. Nela constam o depoimento do porteiro, dizendo que vira o ex-presidente uma única vez no referido prédio, e dois tickets de pedágio do veículo de sua propriedade, pasmem, responsáveis pelo "enrobustecimento" do escandalosamente frágil e insuficiente conjunto probatório. Ainda assim, fica a indagação, como é possível ser ele o proprietário se este mesmo bem fora penhorado pela própria justiça federal para saldar dívida da OAS, única e verdadeira proprietária do referido bem, com terceiro, tanto que o borderô do leilão deste imóvel consta a OAS como proprietária, o que causou escândalo na imprensa internacional e entre os juristas do mundo inteiro. Moro, que já tinha exigido o confisco do recurso apurado no leilão, mudou de ideia, alertado que estaria cometendo um grave erro e que suscitaria uma enxurrada de ações por parte dos acionistas, os verdadeiros donos, resolveu em cima da hora recomendar que o recurso apurado fosse destinado à própria OAS. Mas, convenhamos, se a OAS é o outro polo desse esquema de corrupção, o polo ativo, como é possível se destinar ao condenado o prêmio apurado no leilão do bem objeto da ação? Intrigante, não? Mas, certamente como diz o bordão do juiz herói, "isso não vem ao caso", né?

Já FHC, reside em um apartamento na avenida Foch, em Paris, único professor neste endereço de bilionários, sheiks, reis e príncipes, cujo valor é estimado em 17 milhões de euros, suficiente para comprar não um tríplex em Guarujá, mas, o prédio inteiro e muitas outras "cositas". O "príncipe da privataria", tido por vocês como grande estadista, lançou a candidatura a candidato a presidente o marido de Angélica, o Huck, mas, agora, depois de certas notícias comprometedoras, já o substituiu pelo dono da Riachuelo, o Sr. Flávio Rocha, que responde a uma ação por trabalho escravo. Vocês que já votaram em Aécio, estão muito bem servidos!!! Acho que é por isso que já se cogita não haver eleição este ano, caso falhem os esforços e a tentativa de impedir LULA de se candidatar.

Inclusive sugiro aos fãs do Sr. Moro, que se apressem, se quiserem um autógrafo do juiz herói, pois há poucas semanas após ser publicada sua exoneração da Universidade Federal do Paraná, a pedido, onde aliás, vai ser oferecido disciplina sobre o GOLPE e a Lava Jato, já oferecido em outras dezenas de universidades, inclusive aqui na UFBA, ele já sinalizou que, logo que se consume o último ato dessa sórdida farsa que avilta e liquida com a cultura jurídica brasileira, que não encontra respaldo em nenhum jurista de respeito e digno desta denominação, residirá nos EUA, assim vocês terão que ir lá para encontrá-lo. Porque a escolha dos EUA? Como disse o dramaturgo Racine, " não há nada que o tempo não revele", e ele o revelará, pois é um grave erro subestimar a força da Verdade. Deixará para trás uma terra arrasada e um legado de arbitrariedades e ilegalidades que exigirão algumas gerações para restaurá-la.

Agora, é curioso, que antes não havia a previsão constitucional para o instituto da reeleição. Aí ao final do governo de FHC, comprou-se a reeleição, pago em dinheiro vivo, pelo ITAÚ dentro do próprio congresso a muitos parlamentares, fato comprovado em gravações onde se discutia valores. Mas, não ficou por aí, pois, mudaram a constituição e ainda a violentaram ao permitir que FHC fosse favorecido, desrespeitando o princípio da anterioridade, tudo por medo da inevitável eleição de LULA, já naquela ocasião. Depois vimos esse mesmo congresso acabar com o instituto da reeleição, novamente por medo que LULA, voltando a se eleger pudesse permanecer por outros dois mandatos. Agora, toda sorte de contorcionismo jurídico para impedi-lo de se candidatar e provavelmente, como bem sinalizam todos os institutos de pesquisa, vencer já no primeiro turno. E assim, de casuísmo em casuísmo, a mesquinha, atrasada e arcaica elite brasileira por sua inegável incompetência impede que o povo exerça seu soberano direito de escolher livremente seus governantes.

Esta semana, impossível não registrar, ao acompanhar na companhia de minha mãe à transmissão do programa Roda Viva, tendo como entrevistado o Juiz Moro, e sendo a despedida do Sr. Augusto Nunes, que ascende à vida jornalística à sombra da ditadura militar, ainda no período de Figueiredo. Ambos tínhamos interesse em assistir, ela para conhecê-lo melhor, eu para..., não sabia bem o quê, mas, assistimos aos quatro blocos com toda atenção. Ao final, depois de algum silêncio, uma sentença proferida por minha querida mãe me salvou, me resgatou a esperança, "Mas que homem pobre, sem imaginação! Respondeu a várias perguntas com a mesma resposta!". Vi que não estava só. E o dia seguinte foi ainda melhor, quando meus amigos Coxinhas se silenciaram, se abstiveram de comentários, achei sintomático, e preferi deixá-los em estado de reflexão e não incomodá-los. Durante o programa chama muito a atenção a expressão de absoluta desolação e desencanto do jornalista Fernando Mitri. Entre os presentes a fina flor do jornalismo de guerra, representantes do Estadão, da Folha e, logico, da Isto É.

Quando o mediador, Sr. Nunes, resolve ele próprio defender da "absurda" acusação de que o Sr. Moro, dado ao histórico de sua formação e ao grau de intimidade com os EUA, seja um agente da CIA, acompanhada de um risinho de canto de boca do Sr. Moro, deixam a desejar, especialmente depois que um alto escalão do governo norte americano declara envaidecidamente que contribuiu "informalmente", mas de forma significativa com a Lava Jato, desde o início. Também não é de se desconsiderar que as primeiras revelações dessa suposta relação promíscua do juiz com os ianques, partiu de ninguém menos que o grande, saudoso e respeitadíssimo no mundo inteiro, Sr. Moniz Bandeira.

LULA preso, livre, vivo, morto, candidato ou não, não importa, votaremos nele ou em quem ele empenhar seu apoio, para com certeza vencermos possivelmente no primeiro turno. O PT que é disparado o partido da preferência do eleitorado brasileiro, que imagino que vocês acompanham os indicadores das pesquisas, superando em mais de 500% o segundo colocado, até mesmo superando a soma dos percentuais de todos os outros juntos, chega mais forte que antes nas eleições. O que assusta é essa possibilidade de LULA além de ser eleito com expressiva votação, fazer um significativo número de deputados, conferindo-lhe credibilidade e força para convocar plebiscitos revogatórios para desfazer os males feitos dos Golpistas e convocar uma constituinte com poderes específicos.

Quanto mais o tempo passa e os fatos se sucedem, mais me sinto confortável na minha leitura e entendimento do que se passa no Brasil desde o chamado "mensalão", passando pelo impedimento da legítima Presidenta Dilma até a farsa "lavajateira", todas diferentes etapas do mesmo GOLPE, contra a democracia, contra a soberania popular. Dá-me muito orgulho a denominação de PETRALHA, e peço que a enfatizem sempre que se referirem a mim. Quanto a vocês, autênticos e originários COXINHAS, faz-se necessário que sintam vergonha dos erros e equívocos de suas escolhas que espero que já a tenham percebido. A vergonha só será possível para os equivocados honestos, os de má fé, não se darão essa oportunidade de mudança.

Todos nós precisamos preservar a capacidade de se indignar e se envergonhar, pois nos ajudam na formação da nossa personalidade e preservação do nosso caráter, nos servindo de bússolas a nos corrigir o rumo. Vocês padecem de severa crise de cognição, torço para que, em se envergonhando dos seus equívocos, se retratem e reescrevam suas histórias de vida lutando em defesa da democracia, da nossa soberania, dignidade, liberdade e especialmente da Justiça! Esta é o Bem Supremo de qualquer sociedade que se pretenda civilizada. Os Gregos e os Romanos tinham tão caro apreço por Ela que a emprestaram uma dimensão e um status divino, tamanha a responsabilidade de atuar com equidade.
Então, que Diké, Justitia e, porque não, Xangô, nos guardem, nos iluminem, e nos conduzam à Paz Social!!!

Sinceramente, melhoras!!!
Um abraço SUPER PETRALHA!!!
Sejam felizes!!!

DELENDA GLOBO

Nenhum comentário: