12.6.17

O TRISTE E MALDOSO DISCURSO DA MERITOCRACIA. ( Por Jean Volpato)

Tenho dito que no mundo até hoje não existiu um discurso mais maldoso, mais triste e mais trágico do que a falsa retórica da meritocracia. Nunca confie em alguém que fale em meritocracia para você. Ainda mais se você viver em um país subdesenvolvido.

As pessoas não partem da mesma linha na corrida da vida. Todos nós somos orientados pelo nosso futuro de acordo com a nossa classe social, no contexto socioeconômico e sociocultural. Sei que você vai dizer que conhece um caso em que o lixeiro passou em um concurso público ou que uma empregada doméstica hoje é dona de uma empresa. Lamento informar, mas você está pegando uma exceção para exemplificar algo que não é a regra.

Os dados históricos nos dão conta de que se não houver intervenção do Estado para promover equidade social por meio de políticas públicas, dificilmente a pessoa sairá de sua condição social e muito provavelmente sua geração futura permanecerá na mesma condição social.

Joseph Stiglitz, nobel de economia, fala sobre o tema em seu livro "O preço da desigualdade". Nele é constatado que 90% das crianças que nascem em lugares pobres, morrem pobres. Por mais capacidade que tenham. Já 90% que nascem em lugares ricos, morrem ricos, por mais ignorantes que sejam! Portanto mérito não é um valor!

A retórica da meritocracia teria toda validade se todos nós fossemos socialmente e economicamente iguais. Mas não somos. O Brasil lidera a desigualdade de renda e concentração econômica no mundo. 1% da população brasileira concentra a metade das riquezas produzidas. Por ano R$ 500 bilhões são sonegados por empresários. Corresponde a cinco orçamentos da saúde no Brasil anual.

Nessas condições, o discurso da meritocracia tem objetivo claro de impedir a ascensão social dos mais pobres por meio das políticas públicas e permitir o estímulo da competição entre os empregados, garantindo seu esforço máximo, com o mínimo de renda e o máximo de lucro para o seu empregador. Faça um favor para você e para o nosso país, nunca acredite em alguém que fale em meritocracia!


Por Jean Volpato.

Nenhum comentário: