10.6.17

Como poderíamos conseguir a anulação do golpe? (Por Míriam M. Moraes)

Botando 600 mil trabalhadores na esplanada, dizendo que só sairíamos de lá com Dilma reempossada. Aos poucos íamos avançando para o Congresso, bem lentamente. Deixaríamos o pessoal sair lá de dentro do Congresso ao fim do dia, mas não deixaríamos mais que entrassem. Já os ministros do STF não deixaríamos sair, faríamos um cerco humano porque eles só sairiam depois de votar anulando o processo do impeachment que se julgarem serão forçados a confirmar a ilegalidade. Em 24 horas os jornais do mundo todo estariam cobrindo o levante. Com o Congresso vazio, a ocupação seria inevitável, porque polícia não atira contra povo quando tem imprensa internacional dando cobertura. Com o Congresso ocupado, Dilma retornaria porque o STF não tem como mostrar um documento ilegal e atestar legalidade, e voltando já convocaria a Constituinte para a Reforma Política e anunciaria eleições para Presidente, Deputados e Senadores sob as novas regras que serão votadas por representantes dos segmentos sociais eleitos por suas categorias, como professores, profissionais da saúde, etc. 
O ANULA pressupõe LEVANTE. Só que o levante contra o GOLPE, pois nisto somos apoiados por toda a imprensa estrangeira e todos os governos, e Trump tá com problemas demais neste momento para se atrever.  Caso aposta que os coxinhas não erguem um dedo para nos impedir. Eles podem não dar o braço a torcer, mas já estão cansados de apanhar deste governo também.

Por Mirim M. Moraes.

Nenhum comentário: