10.6.12

“O PT em Paulo Afonso tomou uma decisão tão a esquerda, que deu a volta e se encontrou com o DEM” – Jhonatham Lima.


Agora é definitivo e não adianta estrebuchar, o Partido dos Trabalhadores decidiu por maioria que vai ao encontro do DEM – Partido Democratas. E nem adianta também vierem me ligar dizendo que Anilton agora está PDT – Partido Democrático Trabalhista e basta qualquer deslize que possa acontecer na conjuntura estadual ou nacional que ele retorna para onde estão os seus iguais na política. E afirmo isto não é um demérito a ele. Cada um se junta na política com quem quer.
O danado é vermos sempre algumas pessoas declararem que lutam, dentro do partido, pelo consenso. Eu afirmo que esta bazofia tenta esconder a história. Sempre buscaram benefícios em detrimento de para onde elas põem os levar. E mais uma vez a EDP – Esquerda Democrática em Paulo Afonso defendeu uma proposta durante meses e na hora da definição se bandeou para o outro lado.
Durante o encontrou eu fui informado de que a tendência teria mudado de posição na noite de ontem porque recebeu a proposta de apoio a candidatura de Adauto a vereador. A mensagem recebida viria de Anilton Bastos. Seria o compromisso para que os ligados a EDP votassem a favor do apoio ao alcaide. Por si só, esta proposta seria uma interferência de outro partido nas decisões do PT. Coisa que nunca aconteceu antes tão descaradamente. Procurado por mim, Adauto negou haver este acordo e ainda disse que ele é candidato a vereador. A tendência apóia o nome de Sandro, mas deixou uma frase interessante, “Sandro só não será candidato se não quiser”.
Com a mudança repentina da EDP para o lado do prefeit o Anilton, a proposta de apoio foi vitoriosa. É que caso esse pessoal tivesse mantido a posição anterior, o PT não daria a volta e se abraçaria com o DEM.
Na luta política do PT vitoriosos e derrotados em suas propostas, são respeitados. Assim é para a posição do deputado Paulo Rangel que desde o início defendeu que o PT deveria estar com a reeleição do atua prefeito. Assim como respeito os que se opuseram a essa tese e defenderam o afastamento do partido do que acham ser “uma loucura”. Mas não devo nem escrever o que penso daqueles que por ventura fizeram da decisão do PT, um BANCÃO DE NEGÓCIOS. A Este eu declaro o meu SILÊNCIO...
“Vamos dar a volta no trio, vamos dar a volta no Brasil...”. E eu lá iria adivinhar que assim o PT se abrasaria com o DEM?

2 comentários:

Gilberto Santana disse...

PT é positivo, DEM é negativo, fase e neutro juntos, ligados. só pode dar em curto-circuito, logo na capital da energia e causado por líder eletricitário. Alguém precisa desligar o disjuntor antes que o povo de Paulo Afonso seja eletrocutado politicamente... Quanto a quem topou esse acordo, acho bom usar equipamento de proteção, ha... esqueci não existe isolante para consciência.

Gilberto Santana disse...

PT é positivo, DEM é negativo, fase e neutro juntos, ligados. só pode dar em curto-circuito, logo na capital da energia e causado por líder eletricitário. Alguém precisa desligar o disjuntor antes que o povo de Paulo Afonso seja eletrocutado politicamente... Quanto a quem topou esse acordo, acho bom usar equipamento de proteção, ha... esqueci não existe isolante para consciência.