28.12.21

Rui visita cidades atingidas pelas chuvas e coordena ações de apoio às vitimas

Na tarde desta terça-feira (28), o governador Rui Costa visitou a cidade de Itajuípe para monitorar a situação dos pontos mais afetados pelas enchentes. De lá, seguiu para Ubatã, onde visitou o trecho da BR-101 que cedeu após as fortes chuvas que atingiram a região. Em Ipiaú, Rui coordenou a distribuição de donativos que serão levados para Dário Meira. Rui está no sul da Bahia desde a manhã de domingo (26), atuando diretamente do gabinete avançando montado em Ilhéus supervisionando o trabalho de socorro de vítimas e elaborando medidas de suporte às cidades atingidas.

As forças que operam na região dispõem de 276 militares do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), com apoio de agentes do Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Norte, Maranhão, Paraíba e Sergipe, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os profissionais estão atuando nas operações de atendimento às vítimas das chuvas, nos 140 municípios em situação de emergência. Nesta terça-feira (28) deverão chegar integrantes dos Corpos de Bombeiros Militares do Distrito Federal, do Piauí e do Rio de Janeiro para atuarem também na força-tarefa. A ação também conta com a ajuda de voluntários civis.

A operação atua com o apoio de 11 aeronaves (do Estado da Bahia e de outras unidades da Federação) e pelo menos 24 veículos, da Bahia e também de outros estados. Até o começo da tarde desta terça (28), 31.405 pessoas estavam desabrigadas e 31.391 pessoas desalojadas, com um total de 471.009 afetados. No mesmo período foram contabilizados 46 abrigos estruturados pelas prefeituras municipais.

Os militares estão atuando com foco no resgate de pessoas ilhadas, de enfermos que necessitam de atendimento médico e no restabelecimento de acesso a comunidades ilhadas. Vinte pessoas morreram até o momento. Os óbitos ocorreram em Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (4), Jucuruçu (3), Macarani (1), Prado (2), Ruy Barbosa (1), Itapetinga (1), Ilhéus (1), Aurelino Leal (1) e Itabuna (2).


Resgate

O CBMBA, por meio do Grupamento Aéreo (Graer/PMBA), realizou nesta terça-feira (28) o resgate de um idoso de 80 anos, paciente renal, que estava na zona rural de Itororó há dois dias com os sinais vitais instáveis e retenção urinária. Após o desembarque do helicóptero, ele foi recepcionado na ambulância do SAMU até estabilização e seguiu para atendimento médico em Itapetinga.


Crédito

Nesta quarta-feira (29), às 9h30, o Governo do Estado inicia, em Itabuna, a solicitação de proposta do crédito emergencial para atender os comerciantes e pequenos e microempresários que tiveram prejuízos atestados, pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil ou órgão similar, nas cidades onde foi decretado o estado de calamidade.

A ação, que ocorre no SineBahia do SAC no Shopping Jequitibá, vai oferecer um crédito, subsidiado, sem juros - para valores até R$ 150 mil, com parcelamento em até 48 (quarenta e oito) meses, incluindo carência de até 12 (doze) meses para pagamento da primeira parcela.


Doações

Também nesta quarta-feira (29), o Governo do Estado irá entregar os primeiros eletrodomésticos e utensílios para famílias atingidas pelas chuvas nos municípios de Itamaraju e Vereda, no extremo sul da Bahia. São 380 geladeiras, 500 botijões de gás, mil fogões e cinco mil lâmpadas eficientes. A ação marca o recomeço e a reconstrução das vidas das famílias atingidas pelo temporal. A entrega ocorre com a presença do secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Martins, às 10h, na Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (Facisa), localizada na BR-101. Já em Vereda, a entrega ocorre na Secretaria Municipal de Assistência Social. 

Segundo Carlos Martins, 120 geladeiras e 500 botijões foram adquiridos com recursos próprios do Estado da Bahia, por meio do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Funcep), e entregues pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). Os outros 160 refrigeradores foram doados pela Neoenergia Coelba e os fogões pelo Magazine Luíza.


Força Solidária

Na noite de segunda-feira (27), a Polícia Militar da Bahia (PMBA) destinou 17 toneladas de alimentos, além de 7,2 mil peças de roupa, 1 mil cobertores, 880 calçados e 5 mil litros de água para a cidade de Itambé. Os produtos foram arrecadados pela Patrulha Solidária do Comando de Policiamento da Região (CPR) Leste, por meio da campanha Força Solidária II, que realizou mais distribuições de donativos para as cidades de Itambé, Itororó, Ibicaraí e Dário Meira. 

Ainda na noite de segunda (27), outro caminhão foi enviado para as cidades de Itororó e Ibicaraí, contendo principalmente água mineral e materiais de limpeza, três mil litros de água e mais de 1100 kits de limpeza. Entregas de donativos também foram realizadas em Dário Meira.

A Campanha Força Solidária II tem recebido grande adesão da comunidade da cidade de Poções e região. Foram doadas 70 cestas básicas; 240 litros de leite; 50 kg de leite em pó; 300kg de arroz; 500 litros de água potável; 150 fardos de açúcar; 150 pacotes de bolacha; 60 litros de água sanitária; 8 mil peças de roupas; 300 pares de calçados; 80 kits de limpeza; 320 papéis higiênicos; três colchões; 70 lençóis e 60 cobertores. O Comando de Policiamento da Região (CPR) Sudoeste arrecadou quase 22 toneladas de alimentos, 1.630 roupas de cama, 15.700 roupas de cama, 1.180 pares de calçados, 8.550 litros de água potável, 1.250 kits de limpeza e 83 colchões para distribuir às vítimas das regiões afetadas.


Diagnóstico emergencial 

Para debater estratégias de atuação para a realização de um diagnóstico emergencial da situação atual de agricultores familiares, gestores da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) se reuniram, nesta terça-feira (28), com representantes dos consórcios públicos do Baixo Sul (Ciapra), Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDSL) e Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA), e de entidades de assistência técnica e extensão rural (Ater). 

Além da perspectiva de diagnosticar a quantidade de famílias agricultoras que precisarão de atenção emergencial devido às fortes chuvas e, assim, adotar medidas necessárias que assegurem a locomoção, segurança alimentar e investimentos na produção rural, dentre outras necessidades; foi debatida a oferta de crédito subsidiário e solicitado também um levantamento das rotas produtivas, onde entram e saem as produções agrícolas. 

De acordo com o chefe de gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro, até a próxima quinta-feira (30), um corpo técnico que ultrapassa 110 colaboradores atuará para fazer um diagnóstico do cenário na zona rural. "Os consórcios também estão fazendo este levantamento, para que a gente possa fazer uma confluência de informações e agir de maneira estruturante, de acordo a necessidade de cada local”.

Nenhum comentário: