Dimas Roque: Mais de 24 mil educadores da rede estadual iniciam curso sobre Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais.

20.2.18

Mais de 24 mil educadores da rede estadual iniciam curso sobre Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais.

Professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual iniciaram, nesta terça-feira (20/02), o curso online “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais”. Desenvolvido na modalidade de Educação à Distância (EAD), o curso objetiva tornar evidente na prática pedagógica a natureza transformadora das tecnologias educacionais, seja na vertente operacional ou na humanizadora, no processo de ensino e aprendizagem nas diversas áreas do conhecimento. Ainda como forma de valorizar os educadores, os participantes concluintes do curso terão um ganho médio de 14% em seus vencimentos, até maio de 2019.

Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, o curso fortalece o eixo pedagógico das escolas e valoriza a carreira do magistério estadual. “Esta é a primeira experiência no Brasil a fazer uma formação com esta quantidade de educadores envolvidos, com mais de 22 mil professores e coordenadores pedagógicos. Isto serve não só para a formação continuada como, também, para a promoção dos nossos professores e coordenadores pedagógicos. É a qualificação da nossa rede, ao mesmo tempo em que a gente, também, vai ao encontro do desejo de cada educador deste de crescer, efetivamente, na carreira”, afirmou.

A professora Lucília Coimbra, do Colégio Estadual Henrique Brito, falou sobre a importância da Secretaria da Educação do Estado em realizar formações para os educadores. “É fundamental que seja promovida a capacitação dos professores para que possamos aplicar essas metodologias na sala de aula. Com o curso, podemos estar atualizados sobre as novas ferramentas para o uso pedagógico no processo de ensino e aprendizagem, além, é claro, do ganho nos nossos vencimentos, o que mostra um real comprometimento com a valorização em todos os aspectos do professor”, disse.

Também do Henrique Brito, a articuladora da Educação Integral, Rose Meiguez, ressaltou que a formação contribui para a qualidade do ensino. “A qualificação dos educadores resulta diretamente na melhoria do trabalho desenvolvido nas escolas. São necessárias essas formações para que possamos desenvolver novas habilidades, sempre antenados com o que há de mais avançado na área pedagógica, para que possamos implantar no dia a dia da unidade escolar”, contou.

O vice-diretor Arthur de Oliveira Neto, do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Biotecnologia e Saúde, em Itabuna (a 438 km de Salvador), na Região do Litoral Sul, também falou sobre a iniciativa. “Esta proposta é excelente, porque qualifica a educação pública. Com uma rede de informação cada vez mais rápida, por meio da Internet e outras tecnologias, os professores têm que estar atualizados, e, de certa forma, é uma iniciativa que incentiva os educadores tanto no aspecto formativo quanto no salarial”, avaliou.

Sobre o curso - As aulas serão realizadas fazendo uso de uma estrutura tecnológica e metodológica que possibilitará aos professores e coordenadores pedagógicos acessá-lo por meio de ambiente virtual de aprendizagem, através do Moodle Ufba. Para o acesso, o educador deverá fazer uso do nome de usuário e senha fornecidos através do e-mail informado no ato da inscrição.

O curso terá a carga horária integral de 120h e será constituído de dois módulos de 60h cada. O primeiro terá três etapas divididas em: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) para a comunicação e coleta de dados (25 h); TDIC para Comunicação, Produção e Colaboração (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). O segundo módulo também terá três etapas divididos em: TDIC para Organização e Criação (25 h); Ambientes Virtuais de Aprendizagem (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). Para a conclusão do curso “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais” serão exigidos o aproveitamento com média 6,0 e a frequência mínima de 75% da carga horária total do curso.


Foto: Divulgação.

Nenhum comentário: