28.2.18

A piscicultura na Região Metropolitana de Salvador ganha um novo impulso a partir desta quinta-feira, 1º. Os piscicultores do município de Dias D’Ávila serão beneficiados com a doação de 50 mil alevinos (peixes jovens) de tambaquis.
Representantes da Setaf (Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar) receberão os peixes doados pela Bahia Pesca (empresa vinculada à Secretaria de Agricultura da Bahia).
Os animais serão entregues na estação de piscicultura da empresa na Barragem de Joanes II (Rodovia BA 093, km 14) em Dias D’Ávila, às 8h. Os servidores ficarão responsáveis por fazer a distribuição dos alevinos para 50 famílias (pré-selecionadas pela prefeitura local) do povoado de Panema e da Barragem Santa Helena.
“São famílias de pequenos produtores que já têm a capacidade técnica para criar os peixes, mas que não tinham recursos suficientes para obter os alevinos. Agora, com a doação, eles podem dar início aos seus processos produtivos e aumentar sua renda ou garantir comida na mesa”, explica o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior.

27.2.18

Prestes a completar 50 anos, sobra-me cada vez menos tempo para muitas coisas, inclusive para ingenuidades. Não se trata de botar a mão no fogo, mas depois de 32 anos de militância profissional e política na comunicação; depois de cobrir umas tantas eleições; depois de ter trabalhado em outras tantas campanhas eleitorais – a primeira delas, de ACM para governador, em 1990; e, finalmente, depois de ter trabalhado diretamente com Jaques Wagner por mais de três anos como seu assessor de imprensa, sinto-me à vontade para afirmar que se quisessem fazer uma fila de políticos pecadores para subir ao cadafalso, ele deveria estar, se muito, nas últimas posições.

Se o que generosamente chamamos hoje de “jornalismo” fizesse, de fato, alguma investigação sobre crimes de corrupção, seria mais fácil encontrar nas fundações do prédio da TV Bahia provas mais precisas de ilícitos, do que nos ponteiros dos relógios de Wagner, apreendidos em mais uma ação espalhafatosa da Polícia Federal.

Não ousaria, em hipótese alguma, duvidar da competência dos meus colegas trabalhadores da emissora do clã dos Magalhães. Pelo contrário! Lamento hoje, como lamentava quando lá atuei como repórter, a mão pesada dos interesses políticos da família sobre a pauta do maior conglomerado de mídia da Bahia. Mas a ideia do faro apuradíssimo de quem vê uma viatura da PF passar como indício de uma grande pauta subestima a inteligência do distinto público.

Seria então uma incrível coincidência, repórteres de afiliadas da Rede Globo em todos os estados onde hoje a Federal já cumpriu mandados da Lava jato compartilharem dessa notável e exclusiva acuidade olfativa? Assim como não se pode duvidar da competência da equipe de jornalismo da Rede Bahia, não parece razoável admitir que colegas de todos os demais veículos de todas as outras cidades onde há investigados, tenham algum tipo de déficit no tal faro jornalístico, para explicar a razão de chegarem sempre depois dos globais.

Além disso, é no mínimo chocante ver as convicções da delegada federal Luciana Matutino sobre as cifras que alardeia com espalhafato, como propina recebida pelo ex-governador. Não batem com os números divulgados pelo impoluto Ministério Público Federal, em junho de 2013. No seu site, o MPF jactava-se de ter proporcionado economia de R$ 150 milhões graças a sugestões de procuradores federais e estaduais, acolhidas pelo governo baiano de então, liderado pelo mesmo Jaques Wagner.

Da mesma maneira, a afirmação da delegada quanto à suposta falta de fiscalização na obra da Arena Fonte Nova tem um irrefutável contraponto nas declarações de Benjamin Zymler, então presidente do TCU. Em visita ao canteiro de obras, além de elogiar o modelo de PPP do governo baiano, Zymler declarou ao jornal Correio (da mesma Rede Bahia): “esse modelo traz inovações que podem torná-lo permanente”, disse, contestando críticas ao sigilo nos orçamentos definido no regime diferenciado de contratações.

Diante disso e de todos os abusos e vazamentos dos últimos anos, é mais do que razoável desconfiar das intenções da vetusta PF. É a mesma instituição que já caçou e matou comunistas nos tempos em que um jovem Jaques Wagner foi obrigado a deixar o curso de Engenharia na PUC/RJ e, clandestino, veio morar no subúrbio de Salvador, onde aprendeu o ofício de soldador industrial.

Ao batizar jocosamente mais essa espalhafatosa e midiática operação de “cartão vermelho”, a PF, cada vez mais partidária, quer expulsar do campo eleitoral um político carismático e reconhecidamente habilidoso, com capacidade para substituir Lula na disputa pela Presidência da República. Isso num ano em que a PF planeja eleger bancada, com agentes e delegados candidatos ao Congresso Nacional, surfando na onda da hipocrisia falso-moralista.

Quase sete anos depois de deixar sua assessoria, sinto-me não só à vontade, mas na obrigação de dar o meu testemunho, depois dessa longa quarentena. Assessorei e conheci o governador que forçou a Odebrecht a reduzir o contrato de operação do emissário submarino de Salvador em R$ 120 milhões. Testemunhei sua firmeza na renegociação de créditos de ICMS das empresas do Pólo de Camaçari, onde ele se constituiu na grande liderança que é. Quitou a pendência acumulada em governos anteriores na condição de as indústrias reinvestirem esses créditos nas plantas baianas.

São apenas dois exemplos de pratos fartos que um propineiro aproveitaria para encher malas e caixas com muitos milhões. Nessas e em muitas outras oportunidades, vi Wagner defender os interesses da Bahia.

O veículo que estava com Fabiano Novais havia sido tomado de assalto, na cidade de Luis Eduardo Magalhães.

Policiais do Serviço de Investigação (SI), da Delegacia Territorial (DT), de Irecê, localizaram e prenderam em flagrante Fabiano Novais, Jailton Pires Souza e Anísio de Amorim Melo, na segunda-feira (26).

Fabiano fugiu ao ser identificado pelos policiais em um veículo com suspeita de roubo, sendo perseguido e interceptado. Segundo o delegado Ernandes Junior, titular da DT/Irecê, o criminoso levou os policiais a uma residência na qual seus comparsas também foram capturados.

O veículo que estava com Fabiano havia sido roubado na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Além do carro, foram apreendidos eletrodomésticos, celulares, relógios e uma porção de maconha. Após o flagrante, os três criminosos permanecem custodiados na carceragem da delegacia.


Por Daza Moreira.
José Renato Ferreira dos Santos estava foragido desde o dia do crime.

Investigações realizadas pela equipe da Delegacia de Homicídios (DH), de Juazeiro, levaram a prisão de José Renato Ferreira dos Santos, no estado do Piauí, no último sábado (24). O foragido foi localizado na zona rural de Várzea Branca, naquele estado.

Acusado de um homicídio ocorrido no mês de janeiro, motivado por um desentendimento com o vizinho, José Renato estava foragido da cidade de Juazeiro, no norte do estado, desde o dia do crime.

Segundo o delegado Cláudio Gomes, titular da DH/Juazeiro, após ter o pedido de prisão preventiva decretado, a unidade se comunicou com Grupamento de Polícia Militar (GPM) do Piauí, que efetuou a prisão. O criminoso será encaminhado para o presídio de Juazeiro.


Por Daza Moreira.
Quinze veículos foram abordados e duas motocicletas apreendidas durante a ação nos municípios de Rodelas e Novo Triunfo

Mais uma etapa da Operação Paz nas Estradas, para coibir e diminuir os índices de assaltos nas rodovias do interior, foi realizada, na quinta-feira (22), nos municípios de Rodelas e Novo Triunfo, pelas polícias Civil e Militar.

Quinze veículos foram abordados e duas motocicletas apreendidas na BA-210. Policiais da Delegacia Territorial (DT), de Novo Triunfo, também abordaram transeuntes e visitaram estabelecimentos comerciais na zona urbana do município, 372 km distantes de Salvador.


Por Priscila Carvalho.
Ademilson Santos da Conceição e Márcio da Cruz Jorge foram presos menos de 24 horas após o crime

Policiais da 21ª Delegacia Territorial (DT), de São Francisco do Conde, a 57 quilômetros de Salvador, prenderam, na segunda-feira (26), Ademilson Santos da Conceição e Márcio da Cruz Jorge, pelos crimes de estupro e roubo qualificado.

De acordo com a delegada Lidiane Fraccari, titular da 21ª DT/São Francisco, buscas levaram a prisão dos criminosos que invadiram a residência de um casal e, além de estuprar a mulher, roubaram objetos como aparelhos celulares, um tablet e um talão de cheques das vítimas.

A prisão ocorreu menos de 24 horas após o crime, quando Ademilson e Márcio foram levados à unidade policial para serem autuados em flagrante. A dupla permanece à disposição da Justiça.


Por Daza Moreira.

A Fundação Carlos Chagas, responsável pela aplicação do concurso público para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino, deverá divulgar, no dia 24 de março, o resultado provisório dos aprovados na prova objetiva. No dia 13 de abril, deverão ser divulgados os resultados final da prova objetiva e provisório da prova discursiva. Os aprovados nestas duas etapas serão convocados, via edital, a ser publicado no mesmo dia, no Diário Oficial do Estado, para a prova de títulos. O resultado final está programado para o dia 12 de junho.

Mais de 91 mil educadores realizaram as provas do concurso, aplicadas neste domingo (25/02), o que corresponde a 88% do total de inscritos. A avaliação aconteceu em 28 municípios da Bahia, abrangendo todos os Territórios de Identidade. Ainda nesta segunda-feira (26/02), a Fundação Carlos Chagas, responsável pela realização das provas, divulgará, a partir das 17h, o gabarito oficial no site.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fez um balanço sobre a realização das provas. “Considero um bom resultado, sem intercorrências, além de um bom nível de presença dos candidatos, com abstenção inferior a 12%. A expectativa é fortalecer o eixo pedagógico das escolas, com o provimento de mais 3.760 educadores para o quadro do magistério estadual, sendo 3.096 professores e 664 coordenadores pedagógicos”, afirmou.  

Foto: Suami Dias
A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia realiza campanha de coleta externa, através das unidades móveis de coleta (Hemóveis) em Salvador e no município de Simões Filho. Em Salvador, o atendimento acontece na entrada principal do Salvador Shopping, nos dias 27 e 28 de fevereiro (terça e quarta-feira); e no Complexo do Hospital das Clínicas (Hupes), no Canela, dias 01 e 02 de março (quinta e sexta-feira). Em Simões Filho, a unidade permanece de 27 de fevereiro a 02 de março (terça a sexta-feira), na Praça da Bíblia. O horário de funcionamento acontece das 8h às 17h.

A campanha tem por objetivo aproximar os candidatos à doação que residem na Região Metropolitana, através do Hemóvel, além de aumentar o número de bolsas de sangue coletadas e sensibilizar a população sobre a importância das doações regulares. Os interessados em se candidatar como doadores de medula óssea também poderão aproveitar a presença do ônibus para fazer o cadastro no REDOME – Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea.

Nos dias de atendimento, os Hemóveis precisam interromper as atividades por uma hora para alimentação da equipe - o horário da pausa pode variar de acordo com o fluxo de doadores. O cadastro de doadores será encerrado assim que completar a capacidade máxima de atendimento diário.

Sobre a doação de sangue

Doar sangue é simples, rápido e seguro. O organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação. Todo o material utilizado na coleta é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador.

Para doar sangue, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos, sendo necessário estar bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura. O doador precisa ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal) e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

Mais informações também podem ser acessadas através do site, ou das páginas oficiais da Fundação no Facebook e no Instagram.


Atenção: Candidatos à doação de sangue que tenham sido vacinados recentemente contra febre amarela ficam inaptos por quatro semanas, a contar da data da vacinação.
O Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) ocupa o primeiro lugar em captação de córneas no Estado. A informação, que vem da direção da unidade, esclarece que, somente em janeiro deste ano, a unidade conseguiu captar 15 córneas.

Em 2017, no HGVC, foram 33 notificações e 12 doações de múltiplos órgãos, além de 98 captações de córneas, zerando a fila de espera na Região Sudoeste. Estes números contribuíram consideravelmente para a redução, em pelo menos 40% da fila de espera de córneas na Bahia.

O hospital, que faz parte da rede própria da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em 2007 passou a contar com uma Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT).

Com mais de dez anos de funcionamento, a Cihdott abrange as ações para além de doações e a captação de órgãos, fazendo também, o trabalho de educação continuada com palestras em escolas públicas e faculdades. Desde a implantação do serviço, a equipe do HGVC vem capacitando profissionais de saúde e estudantes universitários.
A 14ª edição do Festival de Rua começa nos dias (02) e (03) no Santo Antonio Além do Carmo, e no dia (04), no Mercado IAÔ, na Ribeira

Chegou a hora de viver a beleza e as alegrias da 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia que, este ano, reúne artistas brasileiros da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará, além de artistas internacionais da Argentina, Uruguai, Portugal, Espanha, Bélgica, Itália, Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos. Com o apoio do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, entre os dias 02 e 10 o festival ganhará as ruas e praças de Salvador, Irecê, Jacobina e Madre de Deus.

Apresentações de música, dança, poesia, acrobacia, malabarismo, teatro  e artes plásticas garantirão espetáculos gratuitos, de qualidade, para toda a família. No domingo (04), uma programação especialmente dedicada às crianças trará ainda mais vida e beleza ao festival.

De sexta-feira (02) a domingo (04), a 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia será realizada em Salvador. Nos dias 02 e 03, na Praça do Santo Antônio Além do Carmo, às 18h, e no dia 04, na  Ribeira, na Rua da Penha, no Mercado Iaô,  a partir das 17h, com uma programação especialmente voltada para o público infantil: o teatro musical infantil das Leiturinhas Musicadas, o malabarismo cômico de Mauro Cosenza no show de 'Leapin' Louie Wild West Spectacular' com seus laços de cowboy, as bolhas gigantes de sabão de Vanda Cortez e os painéis coloridos à mão que contam sempre com a valiosa participação infantil da artista plástica Tova Snyder.

De Salvador, o Festival segue para Irecê nos dias 06 e 07. O festival será realizado na Praça da Prefeitura e no Calçadão, a partir das 18h. Em Jacobina, na Praça da Matriz, a programação do dia (8) começa às 19h30, e do dia 09, às 18h. Em Madre de Deus, no dia (10), na Orla, a partir das 17h. Lá, artistas locais se juntarão aos que se apresentarem em Salvador e aumentarão ainda mais a festa.

O Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia começou em fevereiro de 2002, e é um projeto selecionado pelo Edital Eventos Calendarizados com Apoio Financeiro do Fundo de Cultura, programa da Secretaria de Cultura e da Secretaria da Fazenda do Governo do Estado da Bahia.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse aqui.

Artistas Confirmados para o Festival de Rua 2018 :

Baixo e Fêmea – Música, Baixo e Voz – Brasil, BA (Salvador, Madre de Deus - dias 03 e 10) - Baixo e Fêmea, o Macho e a Fêmea, o Yin e o Yang = Tais Nader e Luciano Calazans, que fazem apresentação especial na 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. Num show que brinca com toda a completude e complexidade das relações entre mulher e homem, a cantora premiada e um dos melhores baixistas do país encenam um espetáculo original com música e falas divertidas e inusitadas.

Duo Masawa – Acrobacia – Argentina e Itália (todos os dias) - Misturando dança contemporânea com acrobacia o Duo Masawa, formado por artistas da Argentina e Itália, é uma das atrações mais delicadas e românticas da 14aedição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. O Duo Masawa já participou de festivais internacionais na Colômbia, Itália, Áustria, Suíça, Reino Unido, Espanha e Alemanha, onde, usando todos os sentidos – tato, visão, paladar, olfato e audição – encanta a plateia e mostra como o momento presente de cada um é a soma da memória nostálgica impressa na memória humana.

Duo Queindá – Música, Flauta e Vibrafone, Brasil,RJ e BA (Salvador, Jacobina, Madre de Deus - dias 02, 03, 04, 08, 09 e 10) - Uma flautista, um vibrafonista e um grupo de transeuntes. Incorporando a imprevisibilidade das ruas à sua proposta musical, o Duo Queindá valoriza as singularidades de cada experiência e as interações possíveis entre a música e a rua.

Érica Vilela – Acrobacia Aerial – Brasil, BA (Irecê - dias 06 e 07) - Natural de Irecê, Érica se mudou para Salvador para estudar. Na Capital ela se conectou com as artes de forma intensa, estudou tecido acrobático e agora se apresenta em vários espaços e também nas ruas. ATRAÇÃO DE IRECÊ.

Fred Snow – Música e Cabaret – Reino Unido (todos os dias) - Ator, vocalista, músico, compositor, presidente, diretor, produtor, filantropo, amante, cavalheiro, orador público, anfitrião, comediante, escritor, feiticeiro (semi-iniciado); no Festival de Rua este multi-talento vai apresentar, de maneira bem engraçada, um repertório de autoria própria que também inclui canções clássicas do gênero swing.

Grupo As Nega – Música, vozes e percussão – Brasil, CE (todos os dias) - O trabalho 'Sangue de Perto' iniciou e se perpetua pelas praças de Fortaleza, onde o grupo desenvolve músicas populares de matriz africana, sobretudo o coco. As duas mulheres cantam e tocam percussão e o público é livre para interagir.

Grupo Batalha da Brizza – Poesia Rap – Brasil, BA (Madre de Deus - dia 10) - Este grupo de jovens, poetas e cantores de rap, é a grande descoberta da cultura popular de Madre de Deus. A Batalha da Brizza vai encerrar o Festival 2018 com sua performance cheia de energia. ATRAÇÃO DE MADRE DE DEUS.

Grupo Barlavento – Música, Samba de Raíz – Brasil, BA (dias 03 a 10) - O samba de roda é a alma musical do Recôncavo Baiano. Davizinho de Mutá e Hamilton Reis são os líderes do grupo, o único que tem participado em todas as edições do Festival de Rua. Com ritmo e alegria, o Grupo Barlavento vai balançar as ruas e praças das cidades do Festival.

Homem Banda, Bernard M. Snyder – Música – Alemanha (dias 04, 07, 09,10) - Um homem sozinho pode tocar bateria, violão, gaita e cantar ao mesmo tempo? Bernard M. Snyder começou tocar nos palcos baianos como homem banda em 1998. Logo depois ele juntou forças com a atriz e produtora Selma Santos na criação do Festival de Rua, que agora está na sua 14a edição.

Leapin'Louie – Performance de Cowboy – EUA (todos os dias) - Com um grande laço de 75 pés, o americano Leapin' Louie faz ao vivo todas as acrobacias que os público já viu em filmes e até desenhos animados. O 'Leapin' Louie Wild West Spectacular' é uma comédia falada e física, com muita participação divertida do público. Um show de cowboy original, comjogos com laço de classe mundial, chicote e outras acrobacias.

Leiturinhas Musicadas – Teatro Musical Infantil – Brasil, BA (Salvador – dia 04) - Leiturinhas Musicadas surgiu a partir do projeto Leituras Musicadas que existe no cenário baiano desde 2007 com coordenação e dramaturgia de Thais Alves. O projeto tem como proposta colocar no palco artistas lendo, cantando e interpretando: teatro, música e literatura. Uma performance bem divertida, recheada de músicas ao vivo.

Luiz Natividade – Artes Plásticas, Xilogravura – Brasil, BA (Salvador – dia 04) - Luiz Natividade, artista plástico com grande experiência, realizará uma oficina de xilogravura para o público, tirando cópias ao vivo em grande escala. Os resultados serão expostos ao público que fará parte da oficina ao vivo.

Marujada – Manifestação Cultural – (Jacobina – dia 08) - A Marujada de Jacobina sai há mais de 200 anos  nas festas de Santo Antônio, padroeiro da cidade, dia 13 de junho, e de São Benedito, santo muito festejado no município, ao qual são feitas e pagas muitas promessas, principalmente no seu dia, festa móvel no calendário cristão, realizada na segunda-feira imediata ao domingo de Pentecostes. A Marujada se apresentará no Festival Internacional de Artistas de Rua em Jacobina, abrindo o evento, a partir das 19h30. Auto popular, a Marujada é documentada também como chegança de marujos, chegança, de mouros, chegança simplesmente, barca, nau Catarineta e fandango, revestindo-se, conforme a região, de características especificas.

Mauro Cosenza – Malabarismo Cômico – Uruguai (todos os dias) - Um delírio... assim se pode definir a apresentação do uruguaio Mauro Cosenza, “El Gran Enano”, um excêntrico palhaço, que utiliza suas habilidades para realizar um show cheio de um malabarismo que envolve o público em estouros com balões, jogos com bolas de ping-pong, engenhocas malucas, e muita água. As explosões de objetos e risos rompem a barreira entre artista e platéia.

Minha Lua – Música Fado – Espanha e Portugal (todos os dias) - A dupla Minha Lua oferece uma interpretação renovada do Fado tradicional, linhas melódicas com arranjos e composições próprias. Reconhecida pela crítica e o público da Espanha, Portugal, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Suíça, Brasil e Cabo Verde, pela qualidade, elegância e força de suas performances ao vivo, a dupla Minha Lua é formada pela cantora Victoria Cruz e o violonista e compositor Gabriel Pancorbo.

Pauline Zoe – Acrobacia, Roda Cyr – Bélgica (Irecê, Jacobina - dias 07 e 08) - Devido a sua paixão pelo circo e suas numerosas viagens a festivais internacionais de arte de rua, Pauline se especializou na performance com a Roda Cyr. Criada na Bélgica e viajando o mundo inteiro, Pauline Zoe estudou Artes Cênicas na UFMG, em Belo Horizonte.

Santa Víscera Teatro – Teatro à la Carte – Brasil, SP (todos os dias) - No  “Teatro à la Carte” o público escolhe o que quer assistir em Cardápios de Cenas, compostos por 17 opções.  Esta é uma ideia original do Santa Víscera Teatro, uma companhia paulista que realiza em espaços alternativos as suas cenas e que agora chega à Bahia através do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. No "menu" encontram-se cenas de escritores consagrados da literatura mundial como: Érico Veríssimo, Saint-Exupéry, Anton Tchékhov, Luis Fernando Veríssimo, Harold Pinter, Dario Fo, Franca Rame, além de criações coletivas do grupo.

Tova Snyder – Artes Plásticas – EUA (todos os dias) - Com a ajuda de grandes, e sobretudo dos pequenos, Tova cria ao vivo cenas do Festival sobre placas de madeira colocadas no chão. As obras incluem imagens dos artistas participantes do evento. Toda criança é artista, e pode participar!

Valeria Altmark – Contorcionismo e Bambolê - Argentina (todos os dias) - A contorcionista argentina Valeria Altmark já se apresentou na França, Itália, Espanha, Portugal, Peru, Panamá, Catar, Emirados Árabes, Turquia e Marrocos. Sucesso na TV Argentina, agora chega ao Festival Internacional de Artistas de Rua com seu show de tango e circo e faz o impressionante número com o arco e flecha com os pés, além de outros com o bambolê. Divertimento garantido para toda família.


Vanda Cortez – Bolhas Gigantes de Sabão – Brasil, BA (todos os dias) - Com formação de palhaça, nesta edição do Festival de Rua, Vanda vai encantar aos grandes e pequenos com as suas mágicas bolhas gigantes de sabão.
A Secretaria da Educação do Estado está implantando uma nova metodologia de ensino nas escolas estaduais que ofertam Educação Integral, por meio da qual, o ensino nas salas de aula tradicionais está deixando de existir. Nestas escolas, estão sendo criadas salas temáticas ou salas ambientes, identificadas por áreas do conhecimento, por onde o estudante vai se deslocando durante o dia de acordo com o cronograma de aulas previstas, envolvendo as disciplinas da Base Comum, mas também discussões contemporâneas que contribuem para a sua formação cidadã. A proposta já está em execução em nove unidades da rede, a exemplo do Colégio Estadual Juiz Jorge de Faria Góes, em Feira de Santana (a 118 km de Salvador).

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a iniciativa. “Estas é uma das novas práticas pedagógicas que estamos implantando para fortalecer o eixo pedagógico das escolas, fazendo com que o ambiente escolar seja mais atrativo e dinâmico, potencializando o processo de ensino e aprendizagem, de forma interdisciplinar, e criando maiores oportunidades para o protagonismo estudantil”.

No Colégio Estadual Juiz Jorge de Faria Góes foram instaladas 13 salas temáticas, nas quais os professores, juntos aos estudantes, decoraram com motivações de suas disciplinas, a exemplo de jogos, livros e tabelas periódicas. A estudante Jaqueline Messias, 16, 3º ano, está encantada com a nova metodologia. “Como ainda é algo muito novo, estamos nos adaptamos, mas já percebo que as salas ambientes têm uma vantagem enorme no nosso processo de aprendizado. O nosso contato com a disciplina é mais versátil, dinâmico e integral. Por exemplo, na sala de Matemática, temos um espaço ambientado para esta área do conhecimento, com tabuadas, compassos e outros instrumentos que vão facilitar o nosso processo”, revela a aluna.

A professora articuladora Luciana de Albuquerque fala sobre o sucesso da nova ação. “Os estudantes estão mais tranquilos, mais atentos, mais disciplinados. E as salas estão mais cuidadas porque elas passam a ser de todos e não somente da sua turma”. Neste primeiro momento, completa a educadora, a comunidade escolar se prepara para se envolver no projeto interdisciplinar “Soul + Juiz Jorge”, o qual cada sala de 1º a 3º ano do Ensino Médio irá trabalhar, a partir dos temas: Família, Comunidade e Mundo do Trabalho.

Respirar a disciplina – A diretora Flávia de Araújo ressalta sobre a nova metodologia traduzida em salas temáticas. “A proposta é nova, estamos construindo junto aos estudantes, que estão muito empolgados, igualmente os professores, que até (cortina de) blackout e ar-condicionado colocaram na sua sala para dar mais conforto a todos. A nossa finalidade é que os alunos respirem profundamente a disciplina a partir da reorganização dos espaços pedagógicos”.


A coordenadora de Educação Integral da Secretaria da Educação, Catarina Santos, destaca que o Colégio Estadual Juiz Jorge de Faria Góes é um exemplo consolidado de projeto pedagógico dinâmico e interdisciplinar, com clubes de leitura, incentivo ao esporte e outras ações significativas. “A tendência é que o Colégio Juiz Jorge e todas as nossas outras 99 unidades de Educação Integral implementem mais diversidade nos seus espaços e tempos pedagógicos, considerando que o processo educativo deve ser dinâmico e pode acontecer também fora da escola: no bairro, na comunidade”.
As prisões foram realizadas pelas equipes da 25ª DT/Dias D’Ávila e 26ªDT/Abrantes, entre sexta e domingo

Com a prisão de Rogério da Silva Cardoso, o Sassá, a 26ª Delegacia Territorial (DT), de Vila de Abrantes, prendeu mais um integrante da quadrilha liderada pelo traficante Cássio Santos Oliveira, o Cassinho, preso na sexta-feira (23), em Sergipe, por investigadores daquela unidade policial.

Sassá, preso com 28 pinos de cocaína na Praça dos Buris, em Abrantes, foi apresentado à imprensa, na manhã desta segunda-feira (26), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade, juntamente com Cassinho, que estampa a carta Às de Copas, do Baralho dos Procurados, da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A delegada Maria Danielle Monteiro, titular da 26ª DT/Abrantes, conduziu a apresentação ao lado do delegado Odair Carneiro, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “Cassinho é o preso com mais mandados de prisão em aberto atualmente no estado, são dez ordens de prisão e uma condenação por envolvimento em homicídios e tráfico de drogas, explicou a delegada.

Já pelo DHPP, Cassinho estava com um mandado em aberto pela morte do cabo PM Eduardo Olímpio Santos Filho, assassinado a tiros, em 2015, na localidade de Monte Gordo. De acordo com o delegado Odair Carneiro, o militar foi executado quando estava a bordo de um veículo GM Corsa e a motivação estaria relacionada à atuação do PM no combate ai tráfico naquela região.

Dias D’Ávila

Na mesma coletva, o delegado Vítor Eça, titular da 25ª DT/ Dias D’Ávila apresentou os responsáveis pelo homicídio do estudante universitário Gutemberg Borges Ferreira Filho, em janeiro deste ano, naquela cidade.

Leandro Santos de Araújo, o Léo Orelha, e Alex Gomes Reis, o Déde, já estava com as prisões preventivas decretadas quando foram presos, na madrugada de domingo (24), na praça do bairro Nova Dias D’Ávila, durante a festa em comemoração à emancipação do município.

A polícia conseguiu imagens gravadas por uma câmera de segurança, do momento em que Léo Orelha persegue Gutemberg por uma rua do bairro Concórdia, atirando contra a vítima. Gutemberg cai e Léo dispara outras vezes. Em seguida, Déde aparece numa bicicleta e dá fuga ao homicida.

“A quadrilha integrada por Léo Orelha e Déde descobriu que Gutemberg vinha comercializando pequenas quantidades de cocaína no bairro e por isso decidiu executá-lo”, esclareceu o titular da 25ª DT. A dupla seguiu para o sistema prisional, bem como, Cassinho e Sassá.


Por Caroline Araújo.

26.2.18


Coincidentemente hoje, 26, o jornal Folha de São Paulo publicou uma matéria onde fala que “interlocutores” do ex-ministro Zé Dirceu teriam repassado a informação de ele não mais acreditaria na possibilidade da candidatura de Lula à presidência este ano e que este assunto teria sido ouvido em reuniões com militantes.

Imediatamente a notícia na Folha, Zé Dirceu emitiu uma nota onde disse:

Minhas avaliações e opiniões as transmito por escrito em notas ou artigos e em minhas gravações para o Blog Nocaute de Fernando Morais. As atribuídas a interlocutores são de exclusiva responsabilidade deles e de quem as veiculas e não correspondem às minhas opiniões e ou avaliações”.

O jornal faz um exercício de adivinhação. Fala de interlocutores e não cita nenhum nome para dar credibilidade a informação. Usa suas páginas para intrigar o ex-ministro com seu Partido. O que definitivamente não acontecerá, já que, tanto a direção nacional, quanto a militância sabe da responsabilidade que Dirceu vem tendo para manter a militância partidária mobilizada na defesa da inocência de Lula.


A chamada coincidência da matéria se dá, com o nome de Dirceu, mas não esquece de colocar o de Jaques Wagner, isto exatamente no dia em que o ex-governador da Bahia teve a sua casa invadida pela polícia federal em mais uma ação midiática da justiça. O que saí na Folha, não é mero acaso, tem sempre um alvo, e este é mais um factoide contra o Partido dos Trabalhadores.
Não há sequer a tentativa de disfarçar a seletividade por parte do sistema de Justiça. Nem a mídia hegemônica se preocupa em manter as aparências - chega antes do xerife, depois de ter sido avisado por ele antes de o sol raiar. Por que a Bahia? Por que Wagner? Estado que o PT governa, governador ultra bem avaliado a ponto de deixar adversários à beira de um ataque de nervos e a ponto de desistência, Wagner favoritíssimo candidato ao Senado. Não bastasse isso, e ainda se noticiou ser ele o plano B para presidência da República. Nem adianta argumentar que Wagner já deu depoimentos a respeito há muito tempo, que inquérito foi instaurado em 2013, que na Justiça estadual tudo foi arquivado, que a presunção de inocência não admite esses procedimentos, que a Constituição continua vigente, nada disso vem ao caso no Estado de Exceção sob o qual vive o Brasil. Tentam atingir, com a iniciativa, o governador, o próprio Wagner e, por tabela, Lula, além do PT, que a direita tenta inviabilizar faz tempo. Insista-se: não é ataque a esta ou àquela personalidade política. É ataque à democracia. Na Bahia e no Brasil. Às forças democráticas só cabe a luta. Para ganhar as eleições na Bahia e no Brasil!

Por Emiliano José.

A desembargadora Mônica Jacqueline Sifuentes Pacheco de Medeiros é bem conhecida do CNJ – Conselho Nacional de Justiça. Já em 2015 foi feito uma inspeção em seu gabinete e foram encontrados exatos, 2.769 ações paralisadas. Em 2016 ela era acusada de ter sobre a sua responsabilidade 3.051 processos parados enquanto viajava para passar as festas de ano novo nos Estados Unidos. Desse total, 2.749 já estavam conclusos, aguardando apenas uma decisão final de sua parte.

As viagens para fora do Brasil aconteceram desde que Mônica começou a integrar o TRF1 – Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Onde consegue, através do plenário autorização para realiza-las. Entre os países visitados estão, Holanda, Alemanha, México e Estados Unidos, onde também aproveitou para estudar. Mesmo fora do país, a desembargadora continuou recebendo seus salários.

Segundo informações, a viagem da desembargadora para passar um ano afastada do Brasil para fazer o curso Humphrey Program, da Comissão Fulbright sobre jurisdição e tráfico internacional de crianças, teria sido o motivo para a resolução do Conselho da Justiça Federal que restringe, agora, os afastamentos de juízes por mais de 30 dias e que ficou conhecida como a Lei Sifuentes. Registre-se: ela continuou a receber seu salário.


Ela é professora no IDP - Instituto Brasiliense de Direito Público, no Curso de Mestrado em Direito Constitucional. Criado 1998 em Brasília pelos sócios, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Ferreira Mendes, o ex-Procurador Geral da República, Inocêncio Mártires Coelho, e o Sub-Procurador Geral da República, Paulo Gonet Branco. Figurinhas carimbadas em polêmicas quando se trata do modelo educacional que realiza e da possível influencia que exerce na justiça eleitoral com vários dos seus quadros sendo escolhidos para exercerem cargos na instituição.

É público e notório que na Bahia, terras de todos os Santos, todas as pesquisas indicam que o atual Governador do estado, Rui Costa, e o ex-ministro e atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner estão muito bem pontuados e com a possibilidade de serem eleitos já no primeiro turno das eleições. Esse fato já teria, segundo as notícias, à desistência da candidatura do principal adversário político, ACM Neto do DEM – Democratas.

Em mais uma ação espetaculosa, a PF – Polícia Federal, esteve hoje pela manhã na residência de Wagner. É a operação cartão vermelho. Onde Rui e seu secretário, que a época era o governador, são acusados de receberem dinheiro de empreiteiras na reforma do estádio da Fonte Nova em Salvador.

O que chama a atenção é que a ação se dá um dia após o Tribunal Superior Eleitora inocentar Wagner da acusação de divulgação de pesquisa antecipada em 2014.

Wagner é hoje o mais provável nome do Partido dos Trabalhadores, em caso de impedimento de Lula ser candidato a presidência da república. A polícia, a mando do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, sediado em Brasília, faz mais uma vez o papel de agente político buscando retirar da disputa eleitoral todo e qualquer pessoal que não esteja no campo da direita. O ex-governador é só mais uma vítima daqueles, hoje, acusam, condenam ou destroem pessoas sem que sequer, tenham cometido qualquer crime. Para eles, basta ter convicção para condenação.

O governador Rui Costa vem fazendo na Bahia uma verdadeira revolução administrativa. Seu governo é indicado como um dos que mais cumpriram promessas de campanha. É indicado como um dos principais em investimentos com dinheiro próprio na melhorai de vida das pessoas. E o interior nunca tinha visto tantas obras e inaugurações. A área da saúde é uma das mais beneficiadas com implantação de Policlínicas em todas as regiões. Tudo isso acontecendo e nenhuma denúncia foi feita. E esse trabalho o credenciou a ser apontado como favorito, contra qualquer candidato da oposição.


Essa operação hoje é uma tentativa de interferência na vontade popular através do voto.
Henrique Santos Souza, 23 anos, e Joab Araújo da Silva, 21, usavam um revólver que terminou também localizado.

Uma dupla de criminosos que ameaçava moradores da zona rural da cidade de Iraquara foi capturada, na noite de domingo (25), por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Chapada. Com eles foram apreendidos um revólver calibre 22 e munições.

Henrique Santos Souza, 23 anos, e Joab Araújo da Silva, 21, foram presos, no povoado Matinha do Cerco. Moradores denunciaram que a dupla ostentava a arma de fogo e ameaçava os vizinhos.

"Que sirva de exemplo para outros criminosos. Iremos na zona rural a qualquer hora para proteger os baianos", informou o comandante da Cipe Chapada, major Ricardo Passos.

Os criminosos, arma e munições foram apresentados, na Delegacia Territorial de Seabra.
O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, está ampliando a oferta de cursos da Educação Profissional e Tecnológica para o ano letivo de 2018 e uma das novidades é a expansão do número de vagas e de cursos do Eixo Tecnológico de Produção Cultural e Design. Agora, a rede oferta 14 cursos só neste eixo, o dobro em relação a 2017 (Canto, Cenografia, Composição e Arranjo, Comunicação Visual, Conservação e Restauro, Dança, Figurino Cênico, Instrumento Musical, Multimídia, Processos Fotográficos, Produção de Áudio e Vídeo, Publicidade, Regência e Teatro). Com isso, a oferta passou de cinco para 16 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), de oito para 22 municípios, de 11 para 18 unidades escolares.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Durval Libânio Netto, explica as razões que levaram à expansão dos cursos e da oferta na Bahia. “As mudanças têm o objetivo de proporcionar aos estudantes a capacitação para criar conteúdos culturais sobre os Territórios de Identidade baianos onde residem, incluindo seus aspectos sociais, econômicos e ambientais. A formação é voltada para o mundo do trabalho, com disciplinas de empreendedorismo e gestão, o que valoriza, ainda mais, o profissional da economia criativa para atuar na sua região”, afirmou.

Segundo Durval, a decisão ocorreu em sintonia com a implantação do projeto Escolas Culturais, que abre as escolas estaduais para a comunidade, potencializando os projetos artísticos e culturais já existentes e fomentando novas atividades no Território de Identidade, que aliam Educação, Arte e Cultura, promovendo o protagonismo estudantil. “Com a proposta das Escolas Culturais de incentivar a produção e a valorização da cultura do Território de Identidade onde está inserida, estamos também implantando cursos técnicos como uma alternativa para as diversas ações que ocorrem nas escolas. A ideia é que todas as unidades que recebem o projeto sejam beneficiadas com a inclusão de cursos deste Eixo”, disse, ao afirmar, que das 18 escolas com ofertas do Eixo Produção Cultural e Designer, 11 têm o projeto Escolas Culturais.


Matriz curricular - Outra novidade é a reformulação do currículo com a redução de carga-horária, tendo em vista que os cursos passam a ser ofertados em um ano, e com a inserção de novas disciplinas, como as de Empreendedorismo e Intervenção Social e Política e Gestão Cultural. A disciplina de Empreendedorismo e Intervenção Social está voltada para a difusão da prática de empreendedorismo em diversos setores da cultura, conscientizando os alunos sobre a dinâmica econômica do setor cultural, envolvendo conceitos da economia da cultura. Já a disciplina de Política e Gestão Cultural visa estimular o estudante por meio de reflexões e práticas sobre o universo da cultura na contemporaneidade, realizando uma maior aproximação com seus Territórios de Identidade e com temas ligados às culturas brasileiras e baianas, as políticas culturais, além da organização da cultura (gestão, planejamento, programação, produção).
A Polícia Civil promove, desta segunda-feira (26), às 11 horas, no auditório do edifício-sede da Instituição, na Piedade, três apresentações de presos capturados no fim de semana. São eles:

- Cássio dos Santos Oliveira, o “Cassinho”, de 30 anos. O Ás de Copas do Baralho do Crime foi capturado, nesta sexta-feira (23), na cidade de Estância, em Sergipe, pela equipe da 26ª Delegacia Territorial (DT), de Vila de Abrantes.

- Rogério da Silva Cardoso, o Sassá, integrante da quadrilha liderada por Cassinho, preso com 28 pinos de cocaína, no sábado (24), também por equipes da 26ª DT, de Vila de Abrantes.

- Leandro Santos de Araújo, o Léo Orelha, e Alex Gomes Reis, o Dedé, acusados de assassinarem a tiros Gutemberg Borges Ferreira Filho, em Dias D’Ávila. Preso por equipes da 25ª Delegacia Territorial (DT), de Dias D’Ávila.

25.2.18

Militares da Cipe Nordeste e da 6 CIPM (Rio Real) chegaram na dupla de traficantes após abordagem de rotina.
Dois traficantes de drogas, com mandados de prisões expedidos pela Comarca da cidade de Nazaré, foram capturados, na madrugada deste sábado (24), por guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste, com apoio de equipes da 6 Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Rio Real).
Fábio Almeida de Jesus, 23 anos, e André Luiz Santos de Jesus, 27, foram descobertos durante patrulhamento de rotina, na zona rural da cidade de Itapicurú. Com a dupla foram apreendidas 11 porções de maconha e munições calibre 38. O caso foi registrado, na Delegacia Territorial de Rio Real.
"Esse flagrante mostra a importância das abordagens e blitze. Sabemos que as vezes causam pequenos transtornos para o cidadão de bem, mas são importantes ações preventivas", comentou o comandante da Cipe Nordeste, major Wellington Morais dos Santos.
Os criminosos estavam em uma motocicleta, quando foram abordados. Armas e drogas também foram encontradas drogas.

Ivaldo da Silva Conceição e Lucas de Jesus de Lima foram presos, na noite de sábado (24), no município de Ichu. Os dois estavam com dinheiro falso, armas e drogas. Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste encontraram os criminosos durante rondas, na região. 

Com Ivaldo e Lucas foram encontrados cerca de R$ 200 falsos, uma moto Honda CBX 250 Twister, placa HZR 0617, duas espingardas da marca rossi calibre 28, duas trouxas de cocaína e dois pinos de embalagem utilizada para armazenar drogas. 

“Estamos realizando uma operação no município para combater os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs). Ao notarmos que os suspeitos se assustaram com a presença da polícia, fizemos a abordagem”, contou o comandante de Cipe Nordeste, major Wellington Morais dos Santos. 

Os dois e todo material apreendido foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Riachão do Jacuípe, onde foram autuados em flagrante.
General, o Rio precisa de intervenção cívica, e não militar. O Estado fluminense e a prefeitura carioca estão acéfalos.

Em 10 anos de implantação das UPPs houve tempo suficiente para evitar que uma geração de crianças e jovens escapasse das garras do narcotráfico. Cometeu-se o equívoco de instalar postos policiais nas comunidades, e não escolas, cursos profissionalizantes, quadras de esportes, oficinas de dança, teatro, música e literatura.

O Exército brasileiro acumula uma história de fracassos. Promoveu um genocídio no Paraguai, e até hoje os arquivos da guerra no século XIX são mantidos secretos para não envergonharem a nossa história militar. Fez uma matança desnecessária em Canudos para evitar que os nordestinos se livrassem da tutela dos donos de engenhos.

Deixou-se manipular pela Casa Branca, em 1964, para derrubar o governo democraticamente eleito de Jango, e implantou uma ditadura que durou 21 anos.

Não permita, general, que haja novo fracasso. Não autorize seus soldados a se transformarem em assassinos fardados que, ao ingressar nas comunidades, primeiro atiram e depois interrogam.

Sua missão será tão inútil quanto a das UPPs se acreditar que a violência que assola o Rio é culpa apenas do narcotráfico, dos bandidos e das milícias.

As causas é que precisam ser urgentemente combatidas: a desigualdade social, o sucateamento da escola pública, o desemprego, a falência do sistema de saúde.

Não admita que seus soldados e oficiais sejam corrompidos, como ocorre a tantos policiais e autoridades que engordam a conta bancária ao fazer vista grossa para o crime organizado. De onde procedem as sofisticadas armas em mãos dos bandidos? Quem os mantém previamente informados das operações repressivas?

Os problemas não estão apenas nos morros. Estão sobretudo no asfalto, onde residem os que alimentam o narcotráfico, os políticos corruptos, os que permitem que o nosso sistema carcerário seja sede do comando do crime.

Salve a imagem do Exército
general. E convença os governantes do povo fluminense e carioca a renunciarem, para que sejam convocadas eleições antecipadas. A democracia é sempre a melhor alternativa!

Por Frei Betto.

23.2.18

Armas e munições também foram apreendidas durante a ação.

Investigadores da Delegacia Territorial (DT) de Eunápolis prenderam, na quarta-feira (21), Mateus Rocha Moreira, conhecido como Mateus Cowboy. Mateus é apontado como um dos envolvidos no tiroteio ocorrido, na semana anterior, no Parque da Renovação, naquela cidade.

Durante a ação, que aconteceu no bairro de Itapoã, foram apreendidos dois revólveres, diversas munições, uma balança de precisão, além de sete porções de maconha. Mateus, que estava na companhia de um adolescente, já esteve passou pelo sistema prisional de Eunápolis e responde a processo por roubo, além de ser envolvido com tráfico de drogas.

Segundo o titular da DT/Eunápolis, delegado Bernardo Marques Pacheco, mesmo com a prisão de Cowboy, as investigações terão continuidade para identificar e prender os demais envolvidos no tiroteio.


Por Daza Moreira.
André Pereira Pimentel, 36 anos, possuía oito passagens, a maioria por roubos e tráfico. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38.

A Operação Policarpo, deflagrada por equipes do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) e Operação Gemeos, na madrugada desta sexta-feira (23), localizou o assaltante que atirou em um sargento da Aeronáutica, no dia 7 de fevereiro deste ano. André Pereira Pimental, 36 anos, o 'Capenga' respondia a oito inquéritos por roubos e tráfico de drogas, além de possuir mandado de prisão em aberto.

Os investigadores do Gerrc, com apoio da Soint da Gemeos, iniciaram o processo de identificação do criminoso logo após o crime. Através das imagens de câmeras do ônibus e também da Estação da Lapa, além de detalhes passados por testemunhas, foi feita a identificação do criminoso. André foi quem estava armado e atirou no militar das Forças Armadas durante o roubo ao coletivo.

O assaltante foi encontrado, no bairro de Cosme de Farias, e durante abordagem reagiu atirando. Ele foi atingido, socorrido, mas não resistiu. "Estamos diante de mais um caso em que o criminoso possuía diversas passagens. Isso significa que as polícias Civil e Militar fizeram o seu papel mais de uma vez", ressaltou o coordenador do Gerrc, delegado Nélis Araújo.

O comandante da Operação Gemeos, major Gabriel Neto, destacou o trabalho integrado com o Gerrc. "Estamos com talvez a maior redução de roubos a ônibus entre as maiores capitais, no país, por conta dessa parceria", enfatizou.


Foto: Divulgação SSP.
A titular da 26ª Delegacia Territorial/ Abrantes, delegada Maria Danielle Monteiro, apresenta, nesta sexta-feira (23), na sede da unidade policial, o homicida Cássio dos Santos Oliveira, o “Cassinho”. Ele é o Ás de Copas do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e foi preso em flagrante com uma arma, na cidade de Estância, em Sergipe, por investigadores da 26ª DT/Abrantes. A delegada atenderá a imprensa até ás 19 horas.
Seis novos criminosos foram adicionados a esta ferramenta institucional, que objetiva estimular a participação popular, na busca de bandidos procurados no estado.

Seis criminosos procurados pela polícia baiana foram inseridos, nesta quinta-feira (22), no 'Baralho do Crime', ferramenta lúdica criada pela Secretaria da Segurança Pública para estimular a participação popular nesta busca. Na primeira atualização de 2018, três dos quatro naipes sofreram modificações.

O 'Valete de Paus', a maior carta alterada, passa a apresentar a fotografia de João Cleison Mota Carvalho, o 'Didi', homicida e traficante com atuação na cidade de Ribeira do Pombal. Ele substituirá Allan Keyson Regis de Souza, o 'Jegue', capturado em novembro.

Ainda no naipe de Paus, Manoel Rafael Bispo de Jesus, o 'Jorge Bocão', ilustra a carta 'Nove de Paus' no lugar de Ronaldo Santos de Carvalho, o 'Nal', cujo mandado de prisão foi revogado. Jorge Bocão é procurado por sequestro e agia na região de Valença.

O também sequestrador Amauri Francisco de Sousa, o 'Babá', radicado em Seabra, é o novo 'Oito de Paus', em substituição a Artur Arlindo Barbosa Pacheco, o 'Arturzinho', preso recentemente durante operação policial em Ondina.

Procurado por homicídio qualificado, o 'Dez de Ouros' é agora Cláudio Santos Nascimento, o 'Zinho', que costuma agir no bairro de Itapuã. Ele remove Douglas Santos desta carta.

Duas mudanças do naipe de 'Espadas'. Os novos 'Cinco' e 'Quatro' são procurados por homicídio qualificado e atuavam em Itapuã e adjacências: Giovani Costa Marinho, o 'Gel', e Antônio Carlos Ribeiro da Conceição, o 'Capenga'.


Ilustrado com fotos dos criminosos mais procurados do estado, o baralho está disponível 24 horas, através do site do Disque Denúncia. Toda pessoa, de forma sigilosa, pode contribuir com o trabalho policial e ajudar na captura dos bandidos, com informações pelos telefones 181 (para o interior do estado) e 71 3235-0000 (para Salvador).
As provas do concurso público para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino serão aplicadas, neste domingo (25). Um total de 103,5 mil candidatos foram inscritos para as 3.760 vagas ofertadas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. A avaliação do domingo será realizada em duas etapas (objetiva e discursiva) e terá duração de 4h30, para professores, e de 3h30, para coordenador pedagógico.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destaca que o objetivo principal do concurso é fortalecer a Educação pública na Bahia. “Realizar este concurso foi um desafio assumido pelo governador Rui Costa, mesmo em um cenário econômico nacional ruim. Com isso, vamos fortalecer o eixo pedagógico com coordenadores pedagógicos em todas as escolas e ampliar o quadro de professores efetivos, promovendo, inclusive, esta renovação na rede, uma vez que estamos concedendo muitos pedidos de aposentadoria”, diz. 

O concurso público está sendo realizado conjuntamente pelas Secretarias da Educação e da Administração (SAEB).  As provas serão aplicadas nas cidades de Salvador, Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista, conforme opção indicada pelo candidato na inscrição.

Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver devidamente portando documento de identidade original, que legalmente o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por órgãos públicos ou conselhos de classe que, por força de Lei Federal, valham como documento de identidade.

Etapas - O concurso contará com três etapas: provas objetivas, discursiva (ambas no dia 25 de fevereiro) e de títulos (com previsão para abril de 2018). As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.


Foto: Ilustração / Claudionor Junior
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial