20.6.12

Meu Pai foi ao encontro do seu grande amor!


A dor tremenda que se abate no meu peito neste momento de perda. Tu te apossas rasgando noite adentro, sem pena da minha alma, que agora chora com a morte do meu Pai. Argemiro Roque que a muitos anos saiu de sua terra natal para fazer morada em Paulo Afonso na Bahia. Ele foi uma pessoa digna, foi quem moldou o meu caráter.
Lembro de um dia ter ouvido dele o seguinte: Meu filho, quem quer enricar em um mês, em uma semana tá preso. Falava isto para lembrar aos filhos que ser honesto, direito e leal não é demérito, é virtude. Este foi meu pai.
Após a morte de minha mãe Regina Roque, ele passou a sofrer muito com a falta dela. Quando ia ao cemitério, e foram muitas vezes, falava sempre que esperava um dia encontrar sua amada. Sei que a dor é incurável neste momento, nem há conforto para essa partida, mas sei que meu pai cumpriu a sua missão na terra com dignidade.
Agora é hora de arrumar forças, daquelas que não sei de onde retirar, para levar Argemiro Roque, o meu AMOR, ao local do descanso final.
Pai Eu Te Amo!

Um comentário:

Katytasv disse...

Meu amigo, sei que seu pai, criou um grande homem, e por isso ele sabe que partiu tranquilo porque sua tarefa na terra foi cumprida. Agora de onde ele estiver, seu coração ora por você.
Saiba que Deus nunca nos desampara. Sua dignidade e humildade são provas da virtude do seu pai.
Sinta-se abraçado e confortado por mim, mesmo que a distância.
Força guerreiro!!