12.5.20

Busca e apreensão da PF em Paulo Afonso foi por fake News contra Anilton Bastos



Na manhã de hoje, 12, equipes da Polícia Federal acompanhada de promotores de justiça fizeram busca e apreensão em endereços na cidade de Paulo Afonso na Bahia. O fato se refere a notícia veiculada no Site do Bocão News de Salvador e que é apresentador da TV Record. No ano de 2018 ele teria publicado uma informação onde informava que o ex-prefeito e candidato a deputado estadual estaria inelegível.

A notícia caiu como uma bomba na cidade, maior reduto eleitoral de Anilton e foi repercutida por várias pessoas e portais de notícias. A época, os advogados do ex-prefeito entraram na justiça pedindo a retirada do conteúdo por ser inverídico. O que foi feito de imediato por Bocão. Mas o estrago na campanha já tinha ocorrido e se mostrou irreversível, mesmo a verdade sendo posta.

Mesmo após a decisão da justiça em que pedia que o conteúdo fosse retirado da internet por quem o teria postado, algumas pessoas não retiraram e, segundo informações, teriam continuado a divulgar a falsa notícia. Foram as famosas “fake News” no whatsapp e facebook. Inclusive com impulsionamento delas. Ou seja, pagaram para que muito mais pessoas pudessem ver.

O processo corre em segredo de justiça.

Segue a notícia do Site do Ministério público da Bahia:

“MP e Polícia Federal cumprem mandados de busca e apreensão em Paulo Afonso

Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos por equipes da Polícia Federal e promotores de Justiça na manhã desta terça-feira, dia 12, no município de Paulo Afonso. As ordens judiciais relativas aos mandados foram emitidas pela 181ª Zona Eleitoral a requerimento do Ministério Público Eleitoral. O objetivo dos promotores de Justiça com as buscas é reunir provas em investigação sigilosa, que foi instaurada após a divulgação de notícias falsas e do impulsionamento de propaganda eleitoral negativa através das redes sociais e de aplicativo de mensagens durante o período eleitoral de 2018. Nas residências de quatro investigados, os policias federais localizaram e apreenderam documentos, agenda, dispositivos de armazenamento e computadores.”

Nenhum comentário: