28.4.20

Saúde, emprego, renda e democracia


Amanhã, dia 28 de abril, o mundo prestará atenção às vítimas de acidentes de trabalho e de doenças profissionais, como faz todo ano. Neste, o foco será a solidariedade aos trabalhadores da saúde que enfrentam o coronavírus e são atingidos pela doença.

O sindicato dos metalúrgicos de Curitiba organizou um evento virtual – com filmes, entrevistas e frases de efeito – para marcar a data, chamando também a atenção para a situação dos trabalhadores que devem exercer suas funções e exigem cuidados sanitários redobrados nas empresas e em suas atividades.

A preocupação dos dirigentes metalúrgicos de Curitiba, que têm atuado de maneira efetiva junto aos trabalhadores, é a de organizar a eventual volta ao trabalho de maneira a garantir os direitos, as conquistas e a saúde de todos adotando medidas compatíveis com a preservação da vida. O sindicato tem sido essencial nesta luta e se faz presente, presencialmente e por meios eletrônicos, com reuniões, discussões, assembleias e votações diárias.


As centrais sindicais em uma dupla demonstração de unidade e de modernidade resolveram comemorar o 1º de Maio pelos meios eletrônicos com um evento unitário em que participarão dirigentes, artistas, formadores de opinião, juristas e políticos com a maior amplitude possível e necessária.

O 1º de Maio é, historicamente, uma data de comemoração e de luta. Este ano, acossado o mundo pela Covid-19, o primeiro elemento, de comemoração perde a razão de ser. Cresce, portanto, o segundo aspecto, o da luta e da resistência.

As centrais sindicais colocaram em pauta, corretamente, as palavras de ordem Saúde, Emprego, Renda e Democracia sintetizando as preocupações do momento.

Além do evento nacional as direções sindicais estaduais organizam as participações locais dando vez e voz aos dirigentes e às personalidades reconhecidas em suas regiões.

Talvez seja, a deste ano, a melhor maneira de valorizarmos no 1º de Maio a atividade sindical, fazendo-a símbolo e exemplo para todos.

João Guilherme Vargas Netto.

Tá na internet.

Nenhum comentário: