29.4.20

O silenciamento da África na cobertura da mídia brasileira sobre a pandemia do coronavírus


Continente com maior número de países, 54. Região do mundo com mais países em que a língua oficial é a mesma que a brasileira. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe falam, ainda que com as variações linguísticas de cada local, o mesmo idioma que nós. Local de onde veio parte expressiva da população formadora do nosso país, não à toa somos o “país mais negro fora da África”.



Nada disso parece ser suficiente para que a mídia brasileira adote outra postura sobre a pandemia do novo coronavírus na África que não seja o silenciamento, entendido aqui como uma política de produção de sucessivos silêncios, que atende a relações de poder, indicando uma interdição, um “não poder dizer”.

Leia a matéria completa no Site da Fórum.

Nenhum comentário: