13.5.22

O volume de serviços na Bahia avançou 3,6% em março de 2022

O volume de serviços na Bahia em março de 2022 avançou 3,6%, na comparação com o mês de fevereiro, na série com ajuste sazonal. As informações com foco no segmento baiano, analisadas ontem quinta-feira (12) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), constam na Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo IBGE.

Na comparação com o mês de março de 2021, o volume de serviços na Bahia avançou 15,3%. Quatro das cinco atividades puxaram o volume de serviços para cima, com destaque para as atividades de Serviços prestados às famílias (102,0%), que contabilizaram a décima segunda variação positiva consecutiva mais expressiva e maior alta da série iniciada em 2012, para os meses de março. Seguida pela atividade de Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (15,3%). Depois Outros serviços (8,9%), e Serviços profissionais, administrativos e complementares (4,6%). Por outro lado, a atividade que contribuiu negativamente foi Serviços de informação e comunicação (-6,0%). O indicador acumulado do ano ampliou 14,6% e o indicador acumulado nos últimos 12 meses aumentou 16,6%.

A receita nominal de serviços acompanhou a mesma tendência do volume e expandiu 6,8%, em relação a fevereiro, com ajuste sazonal. O indicador cresceu 27,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O indicador acumulado do ano ampliou 25,9% e o indicador acumulado nos últimos 12 meses aumentou 24,3%.

 

Turismo

No que tange ao volume das atividades turísticas, na comparação com o mês de fevereiro, série com ajuste sazonal, a atividade apresentou expansão de 8,0%. Nessa análise a Bahia, inverteu a tendência de retração iniciada em janeiro (-3,3%). E, aportou a terceira variação mais expressiva entre os locais investigados.

Na comparação com o mês de março de 2021, a atividade cresceu 66,6%. O indicador acumulado do ano ampliou 35,8% e o indicador acumulado nos últimos 12 meses aumentou 74,2%.

A receita nominal das atividades turísticas acompanhou a mesma tendência do volume e expandiu 4,8%, em relação a fevereiro, com ajuste sazonal. O indicador cresceu 96,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O indicador acumulado do ano ampliou 55,3% e o indicador acumulado nos últimos 12 meses aumentou 87,3%.

 

Curta, acompanhe e compartilhe:

Instagram.

Twitter.

Facebook.

Linkedin.

Nenhum comentário: