2.9.21

Campanha Setembro Amarelo é lançada com reflexão sobre a alegria de viver



A Secretaria da Educação do Estado (SEC), em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (SESAB) e o Fórum Pensar Saúde, lançou, nesta quarta-feira (1º), o Setembro Amarelo. A campanha de prevenção ao suicídio é uma referência ao Dia da Prevenção ao Suicídio,  mundialmente lembrado no dia 10 de setembro. O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, e a secretária interina da Saúde, Tereza Paim, participaram do lançamento, que contou com a palestra do médico, terapeuta e educador Feizi Milani, sobre "Como está a sua alegria de viver?". A atividade teve transmissão ao vivo na TV Educa Bahia e no canal do Instituto Anísio Teixeira no Youtube. 

Assista à live de lançamento do Setembro Amarelo no endereço aqui.

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre a importância da pauta voltada para a prevenção e o combate ao suicídio. “Esta é uma agenda estratégica, com um tema denso, importante e necessário. Setembro é um mês simbólico, mas nós cuidamos desse tema durante todo o ano, com muita presteza, muito cuidado e zelo, muita formação de professores para que a gente possa intensificar o debate neste mês. Há uma responsabilidade compartilhada das instituições – família, igreja, escola e Estado – e, nas escolas, professores, gestores, estudantes, líderes de classe saberão montar uma atenção especial voltada à defesa da vida”.

A secretária interina da Saúde, Tereza Paim, também falou da importância da campanha do ponto de vista educacional. “Setembro foi um mês escolhido para conversarmos sobre isso. O suicídio é um grave problema de saúde pública mundial. No mundo, é a segunda causa de morte de jovens entre 15 e 29 anos. No Brasil, estamos no oitavo lugar, permeando entre 5.5 a 6 mortes para cada 100 mil habitantes. A meta do Plano de Ação de Saúde Mental era reduzir em 10% a mortalidade por suicídio até 2020, mas o nosso país está na contramão disso: aumentamos em 24% essas taxas de mortalidade, principalmente nas idades entre 10 e 19 anos. Portanto, entender a prevenção do suicídio é resultado de uma interação de múltiplos atores”.

Mediada pela superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy; e pelo membro da Diretoria da Assistência Básica da SESAB, Cristiano Soste, a live de lançamento do Setembro Amarelo contou com Êudi, como tradutor de Libras, e a participação de estudantes, professores e gestores da rede estadual. A campanha tem como parceiros, este ano, a TVE/IRDEB, o Instituto Anísio Teixeira, o Centro de Valorização à Vida (CVV) e a Organização Pan-Americana da Saúde.

Sobre o Setembro Amarelo – Os conteúdos do Setembro Amarelo buscam conscientizar em relação aos sintomas e fatores de riscos; desconstruir mitos; e mostrar a importância do gerenciamento do autocuidado e da alegria de viver. São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de um milhão no mundo. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais, estando em primeiro lugar a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.   Durante o Setembro Amarelo, o tema será abordado em lives semanais, sob a orientação de psicólogos, assistentes sociais e equipe multidisciplinar do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor da SEC.

Nenhum comentário: