Dimas Roque: Lembranças de minha Copa Vela (Por Silvio Xavier)

5.9.19

Lembranças de minha Copa Vela (Por Silvio Xavier)



A minha história de Copa Vela aconteceu no início dos anos 2000. Eu cantava na Banda Ellus e naqueles dias o ritmo que reinava era o Axé. Tempos de Harmonia do Samba, Ivete Sangalo, Chiclete Com Bananas, Asa de Águia e Netinho. Essa turma tinha que estar em todas as play list.

Também foram nestes dias que as bandas começaram a colocar dançarinos. Influenciadas por grupos como É Tchan. E nós também resolvemos colocar os nossos. E apareceu em Paulo Afonso um garoto magricelo vindo de Camaçari e que tinha um sonho, ser dançarino. Ele conseguiu e fez mais, hoje é uma estrela da música e arrasta multidões por anda passa.

E foi dividindo o palco com ele que aprendi a admirar a força que vinha de alguém que parecia fadado a ser coadjuvante. Mas aquele garoto, primeiro na Banda Ellus, depois com seu projeto na Praça, dividindo o espaço com Léo Bahia, fizeram a cidade literalmente dançar.
Hoje o André, mais conhecido como Marreta conseguiu ir além do sonho, se tornou um cantor de sucesso e montar sua própria banda, a Marreta É Massa.

E eu? Bom, eu que tinha os cabelos loiros oxidados, muito para me destacar no palco torço para que Marreta siga a sua carreira de sucesso e que leve, como sempre faz, o nome da cidade que o acolheu e o fez artista de renome no Brasil.

Essa a minha lembrança de uma Copa vela em Paulo Afonso. E para provar, olha eu ai na foto com Marreta ao lado.

Sílvio Xavier – Silvinho Cabaré.

Nenhum comentário: