3.4.17

Lindbergh diz que se Fernanda ganhar vai conduzir a eleição de Rui e Lula em 2018.

A ex-prefeita de Uruçuca, Fernanda Silva (PT), lançou sua candidatura à presidência do Partido dos Trabalhadores na Bahia pelo movimento Optei, que reúne tendências como a Novo Rumo e a Esquerda Popular Socialista (EPS), da qual faz parte, na noite do último sábado (1º). O evento aconteceu na cidade do sul baiano com a presença do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que oficializou candidatura para o PT nacional, na última terça-feira (28), em Brasília. Farias disse que tem toda a disposição para viajar o país e construir a candidatura de Lula para presidente no próximo ano. Ele salientou também a tarefa da ex-prefeita, caso seja eleita. “Fernanda terá uma tarefa grande como presidenta do PT da Bahia, que vai ser conduzir as campanhas de Rui Costa e Luiz Inácio Lula da Silva aqui na Bahia [em 2018]”.

O ato de lançamento contou com a presença de deputados, vereadores e lideranças de movimentos sociais, populares e sindicais, como os parlamentares federais Valmir Assunção, Luiz Caetano, e o suplente de estadual Mário Jacó. Após o lançamento, a candidata à presidência do PT baiano disse que tem debatido o partido por onde passa. “Estamos visitando todas as regiões e dialogando com a militância. Defendemos o nome de Lindbergh desde o início dos debates, caso Lula não o fosse. O Optei foi o primeiro grupo nacional a se posicionar a favor da candidatura de Lindbergh à presidência do PT. Então, acredito que ele represente a renovação e é isso que buscamos aqui na Bahia”, explica Fernanda.


Em Uruçuca, o evento reuniu ainda o vereador de Ilhéus, Makrisi Angeli (PT), o dirigente nacional da EPS, Ivan Alex, a representante do DCE da Uesc, Tami Messias, o candidato a presidente do PT de Uruçuca, Gabriel, além de dirigentes nacionais do MST, como Evanildo Costa, militantes e representantes de diferentes agremiações. “É um passo fundamental para iniciarmos os debates para o pleito do ano que vem. É preciso ainda pensar e aprofundar as estratégias políticas para a militância aplicar em cada município da Bahia. Vamos enfrentar um dos piores momentos da história do país e precisamos ficar atentos a cada tentativa de golpe da direita”, completa o deputado Valmir Assunção, um dos líderes da EPS na Bahia, ao lado do senador da República.

Nenhum comentário: