1.1.12

2012. Começou o ano eleitoral. Você vai ser candidato?

No primeiro dia de 2012 é hora de conversarmos sobre o fato mais importante que ira acontecer para todos nós. Vem ai no mês de outubro as eleições para vereadores e prefeitos em todo o Brasil. Será à hora, mais uma vês, de pensarmos no que cada um quer de melhor para sua cidade. A oportunidade de mudarmos o que achamos errado naqueles que devem cuidar do patrimônio administrativo e moral da sociedade, mas que se desviaram e cometeram crimes. É o seu momento de barrar os corruptos e eleger a quem pode contribuir com a sociedade de maneira a temos menos roubo.
E se você é um dos que pensa em se candidatar a vereador, porque acha que pode ser uma dessas pessoas que querem mudar a história positivamente. Está chegando a sua hora. Antes porem deixa eu te contar uma coisinha. Você vai precisar ter passado antes por algumas dessas circunstâncias: terá que ter feito algo de positivo para a sua comunidade. Isso inclui trabalho social, político. Vai ter que ter um grupo de pessoas que o apóie e o queira candidato. Porque ninguém é candidato de si mesmo. Muitos ficam pelo meio do caminho por acreditar que bastar ser conhecido para se eleger. Isto é um dos muitos erros de quem quer ser eleito. E o mais importante de tudo para a campanha. Você terá que ter dinheiro. Muito dinheiro para conseguir fazer a sua proposta chegar ao restante dos eleitores que ainda não o conhece. Não basta ter amigos. Você é candidato de todo o povo da cidade. Para se ter uma idéia. Em Paulo Afonso na Bahia. Quem quer estar entre os possíveis eleitos, terá que desembolsar nada menos que R$ 200.000,00 (duzentos mil reais). Só assim você terá uma chance. E não é garantia de sucesso.
Mas se você não tem nenhuma dessas qualidades e está sendo convidado insistentemente para ser candidato, por um vereador já eleito, pelo prefeito, por um presidente de partido, por um comerciante, saiba que você está sendo usado para eleger outra pessoa. O que essas pessoas estão querendo mesmo é os poucos votos que você vai ter para somar. É o chamado Quociente Eleitoral. E o que é isso mesmo? É a divisão do número de votos válidos apurados pelo de lugares a preencher na Câmara de Vereadores, desprezando a fração se igual ou inferior a meio, equivalente a um, se superior. Complicado? Nada! Para simplificar, basta saber que para ser eleito um candidato precisa obter um número específico de votos determinado pela justiça eleitoral. E se alguém não consegue sozinho isso, ele vai precisar juntar os votos de todos os candidatos daquele partido para chegar ao número necessário. Basta dizer que só o candidato que tiver conseguido a maior quantidade de votos vai ser eleito e que os seus votos ajudaram a ele estar na cadeira de vereador por quatro anos. Pois é, você está sendo usado para eleger os mesmos, os de sempre. Basta dar uma olhada na composição da Câmara de Vereadores da sua cidade nos últimos 12 anos. Veja que a maioria esmagadora dos que lá estão são os mesmos.
Depois de eleitos. Nenhum deles vai reconhecer a sua ajuda e você será um candidato derrotado e sem emprego. E se gastou alguns poucos trocados, vai estar mais pobre. Por isso, neste ano de 2012, pense muito no que vai fazer da sua vida. Se for ser candidato, seja porque tem a possibilidade de competir para ser eleito. Não seja usado e nem use os seus poucos eleitores para reconduzir as Câmaras de Vereadores ou mesmo as Prefeituras aqueles que você tanto critica. Você já está bastante crescidinho para ser usado como massa de manobra.
E que venham as eleições de 2012.

Nenhum comentário: