Dimas Roque: CONTRATOS VIA REDA NO BANCO DOS RÉUS.

26.11.09

CONTRATOS VIA REDA NO BANCO DOS RÉUS.

O Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) usado pelos governos baianos para a contratação de mão-de-obra sem a realização de concurso público vai ao banco dos réus. Nesta quinta-feira, 26, pela manhã, as seções cíveis de Direito Público do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ), devem julgar mandado de segurança impetrado pela bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Bahia questionando o governo estadual pela suposta convocação de professores e coordenadores pedagógicos pelo Reda, desprezando os aprovados em concurso público realizado há quatro anos para o provimento das vagas. São 3.769 professores e mais 800 coordenadores pedagógicos selecionados no concurso de 2005 e, conforme a oposição, não chamados. A Secretaria de Educação do estado diz que, dos 3.769 professores, a gestão do ex-governador Paulo Souto (DEM) convocou apenas 400 e a administração atual já absorveu outros 3.071.
Do Atarde.
* Cada minuto que se passa o prefeito Anilton vê todas as suas portas se fecharem. Quando não é os aprovados no concurso ganhando na justiça é agora os Redás que podem ser considerados ilegais.

Aposto uma guaraná que o pessoal que passou no concurso vai assumir suas funções e que Anilton Bastos vai ter que pagar a multa. Alguém ai se abilita?

Um comentário:

Anônimo disse...

E Isso adianta o que? Anilton não obedece Lei nem Justila, ainda mais essa justicinha PAIA! KKKKK, so pode ser piada!