25.9.20

Projeto promove geração de renda e segurança alimentar



O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), adquiriu 41.187 cestas de alimentos oriundos de empreendimentos econômicos solidários para ajudar famílias em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Os alimentos estão sendo doados para 13.729 famílias nos Territórios de Identidade onde os 13 Centros Públicos de Economia Solidária estão implantados. “Neste momento de crise econômica e sanitária, é necessário incentivar a produção dos diversos grupos econômicos solidários e garantir assistência emergencial a famílias baianas que não dispõem das condições necessárias para suprir necessidades básicas de alimentação”, explica o titular da Setre, Davidson Magalhães.

A aquisição dos alimentos vai impulsionar 798 empreendimentos solidários, gerando emprego e renda para as pessoas que fazem parte das associações, cooperativas e grupos produtivos do segmento. Entre os beneficiados estão agricultores familiares, mulheres chefes de famílias, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores artesanais, indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais, povos de terreiros, entre outras populações tradicionais.

A iniciativa prevê a mobilização dos empreendimentos para produção das cestas de alimentos, cadastramento de famílias em situação de vulnerabilidade, aquisição dos produtos alimentícios e a doação dos itens.

Nenhum comentário: