Dimas Roque: Fonte limpa e inesgotável do trabalho na Bahia (Por Josias Gomes)

4.9.19

Fonte limpa e inesgotável do trabalho na Bahia (Por Josias Gomes)


O Brasil vive uma das piores crises política e econômica das últimas décadas. O golpe arquitetado contra a presidenta Dilma cobra o seu nefasto preço. Crescer neste cenário é tarefa para poucos.

Desde 2013, quando o país virou alvo prioritário do imperialismo norte-americano, o que se viu foi um ataque brutal a soberania nacional, a democracia, a justiça e a manipulação das massas contra as gestões petistas e consequentemente o ideal de um país que cumpria a missão histórica de fazer justiça social e se impor como potência no cenário mundial.

Os golpistas sabiam que para destruir os ganhos socioeconômicos dos últimos 10 anos, era preciso demolir os pilares do desenvolvimento brasileiro. E o fizeram! Como diria o próprio Rui Costa no momento do Golpe: “logo agora, no meu mandato”. Rui sabia as dificuldades que enfrentaria com o afastamento da presidenta Dilma e forças reacionárias no poder federal. Mas levantou a cabeça e, como grande estadista que é, liderou o time #Correria na construção de um dos governos que mais trabalham e realizam para o seu povo.

Tivemos que enfrentar o cenário de terra arrasada, povo desacreditado, o maior líder da nação preso injustamente. O que levou o filhote de fascista ao governo Federal. Se o Nordeste já vinha sofrendo embargos de investimentos na era do Vampiro Temer, o quadro se agravou desde janeiro de 2019, no desgoverno do Jair Mentira, como ele decretou: “os governadores paraíbas”.

Para se ter um panorama da perseguição aos estados nordestinos, a  Caixa Econômica reduziu créditos para o Nordeste a apenas 2,2% do total nacional. De janeiro a julho deste ano, somente R$ 89 milhões dos R$ 4 bilhões fechados pela instituição em operações de crédito foram para a região.

Devemos levar em consideração os cortes criminosos em educação, saúde, obras de infraestrutura, programas como Minha Casa Minha Vida, Agricultura Familiar e a trágica política diplomática brasileira que afugenta investidores do mundo inteiro. Não é fácil crescer quando o governo federal joga contra e faz de tudo para levar o país e os estados para a quebradeira total.

Por que precisamos rememorar este cenário político e socioeconômico se o tema principal é o crescimento do PIB da Bahia?

Para podermos valorizar ainda mais as nossas conquistas neste contexto tão desfavorável. Não restam dúvidas de que se Lula tivesse concorrido às eleições e o Governo Federal fosse parceiro do estadual, o crescimento de 1,3% seria maior e os avanços estariam ainda mais consolidados.

Neste segundo mandato de Rui Costa, a exemplo do primeiro, estamos diante de um dos melhores governos em tempos de crise e forte oposição federal da nossa história. Não é por acaso que o governador tem 80,2% de aprovação, enquanto o Bozo desce rumo ao abismo da impopularidade e ingovernabilidade.

O crescimento do PIB em 1,3% supera a média nacional de 0,4% porque #aquiétrabalho. O Estado baiano, tem uma leitura crítica da real situação nacional, mas não aceita vitimismo. Precisamos redobrar os esforços e crescermos, mesmo quando se parece impossível.

 O povo tem pressa, o progresso não pode esperar. Aqui, cumprimos a agenda de campanha e seguimos com os investimentos em saúde, educação, infraestrutura, seguranças públicas, desenvolvimento rural, nos parques de energia limpa e renovável. Não abrimos mão das políticas públicas e sustentáveis. 

O sonho de fazer da Bahia e o Nordeste uma referência para o Brasil é cada dia mais forte.

O Consórcio Nordeste, “vai emancipar”, a região da dependência federal. O trabalho em conjunto entre os estados, a troca de experiências, as negociações em bloco e busca de investimentos internacionais vão levar os estados nordestinos a outro patamar, onde em breve, veremos o crescimento do PIB baiano se elevar. 
Consequentemente, aumentaremos o respeito e admiração mundial a esta grande nação dentro do Brasil chamada Nordeste.  

Precisamos celebrar as nossas conquistas sem perder de vista os desafios que necessitamos superar diariamente. 

Eu acredito em dias melhores. “apesar de você”, golpista!

Por: Josias Gomes - Deputado Federal (licenciado) do PT/Bahia e atualmente titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Nenhum comentário: