Dimas Roque: É Zuê, por amor, na Copa Vela

7.9.19

É Zuê, por amor, na Copa Vela



Procurado por Dimas para falar sobre um momento histórico e que me marcou em uma Copa Vela, dentre tantos outros eu escolhi um que está gravado em minha memória.

A Copa Vela trouxe muitos momentos marcantes, sendo um bem especial.  No ano de 1996, a Banda Zuê tinha feito uma apresentação no sábado, no Bloco Bacana e tínhamos levantado a galera a avenida com os ritmos que tocamos.

Já no dia seguinte, o sábado, boa parte dos integrantes resolveu curtir a festa, em um camarote. Foi então que quando o Bloco descia a avenida (com outra atração), alguns foliões notaram a nossa presença e começaram a entoar um grito de guerra com o nome da banda. Logo um grande coro ecoou, nos enchendo de orgulho e gratidão. É verdade que a atração vinda de Salvador não entendeu nada, mas nós, sim. Era o resultado do nosso trabalho sendo reconhecido pelo público. Foi um amor, uma emoção espontânea que contagiou uma geração.

A Banda Zuê deixou boas lembranças.

Fredson Novaes.

Nenhum comentário: