Dimas Roque: Começa na segunda-feira (16) a monitoria do projeto Mais Estudo nas escolas estaduais

15.9.19

Começa na segunda-feira (16) a monitoria do projeto Mais Estudo nas escolas estaduais



Os estudantes da rede estadual de ensino estão na maior expectativa para o início da monitoria em Língua Portuguesa e Matemática, a partir desta segunda-feira (16), nas escolas da rede estadual de ensino. Com o projeto, lançado pela Secretaria da Educação do Estado, estudantes com bom desempenho escolar apoiarão outros colegas nas aprendizagens destas disciplinas e receberão uma bolsa mensal de R$ 200,00 nos próximos três meses. Foram ofertadas 10 mil vagas e mais de 1.100 escolas aderiram ao projeto, em 416 municípios nos 27 Territórios de Identidade da Bahia.

No Colégio Estadual Governador Otávio Mangabeira, localizado no bairro do Saboeiro, em Salvador, nove estudantes foram selecionados para a monitoria. Foi o caso de Camilly Gabrielle Sales, 14, 9º ano, que obteve média oito (8) em Língua Portuguesa em cada uma das duas unidades e está entusiasmada para começar a monitoria. “Me sinto lisonjeada em ajudar os meus colegas nas suas dificuldades com a disciplina de Língua Portuguesa na qual eu tenho mais facilidade e aptidão”, afirmou a estudante. A estudante Yasmim Barbosa, 14, 9º ano, disse que a troca de conhecimento entre estudantes será um diferencial no aprendizado. “Por sermos de faixas etárias parecidas e nos comunicarmos com a mesma linguagem acredito que isso facilitará a comunicação e a compressão dos conteúdos”, comentou a estudante, que teve 8,5 em cada unidade letiva.

No Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro, localizado no bairro de Pernambués, a monitoria começará às 14h. Os monitore já preparam conteúdos de Português e uma revisão de assuntos de Matemática relacionados ao Ensino Fundamental. A gestora escolar, Andreia Passos, falou sobre este novo momento na escola. “A expectativa da nossa equipe é melhorar o rendimento dos nossos alunos. Este projeto elevou a autoestima desses alunos que já têm bom desempenho e motivou aqueles que ainda não conseguiram ter nota acima de oito. Agora, todos querem seu nome na lista dos alunos monitores”, afirmou.

A previsão é que sejam investidos recursos na ordem de R$ 4,5 milhões no auxílio monitoria. Além de fortalecer as aprendizagens dos estudantes, o Mais Estudo também visa despertar no aluno monitor o desejo pela prática docente por meio de atividades de natureza pedagógica e contribuir com práticas inovadoras de ensino e de aprendizagem, considerando a fluidez do diálogo e a aproximação existente entre os estudantes.

Saiba mais sobre o Mais Estudo.

Foto: Ilustrativas /Josenildo Almeida e Divulgação.

Nenhum comentário: