19.12.20

Paulo Afonso: Uma cidade sem Natal


Com a chegada do Natal onde se comemora a data de nascimento de Jesus Cristo, o filho de Deus, normalmente as cidades recebem ornamentações que enfeitam as ruas, praças e lojas. Isto acontece por todos os lugares do mundo. E em Paulo Afonso na Bahia não deveria ser diferente, mas é.

Cidades como Garanhuns em Pernambuco iluminou praças e prédios públicos com a sua “Magia do Natal 2020” desde 12 de novembro e indo até 06 de janeiro de 2012, o clima natalino enfeita e alegram locais e turistas. Tudo dentro do protocolo contra a Covid-19 anuncia os responsáveis.

Mossoró na Paraíba também instalou sua ornamentação e iluminação. É projeto “Mossoró Terra de Luz”. Evento que já acontece a alguns anos na cidade, anunciando as festas de final de ano.

Até a capital baiana também teve a sua iluminação. Na Praça campo Grande aqueles que quiserem ir lá ver e interagir precisa agendar a visita. Mas, mesmo em tempos de pandemia, os administradores destas e tantas outras cidade tiveram dois intuitos, o de comemorar a data festiva do nascimento do menino Jesus e de, em termos mercadológicos, criar um clima nas pessoas que as leve a consumir e, assim, ajudar o comércio a vender.

O clima de Natal em cada cidade começa quando as luzes e enfeites começam a serem montados. Mas o comércio em Paulo Afonso que dependeu este ano, mais uma vez, deste incentivo do município, ficou em compasso de espera e agora percebeu que não “já era”.

Não há mais tempo para isto. Não há mais o que ser feito para “salvar o natal” do comércio local. E não é com improvisos, o chamado “me engana que eu gosto” que vão levar o Papai Noel na conversa.

Este ano nos tiraram até o clima de Natal.


Imagem do Instragram da Prefeitura de Paulo Afonso/BA.

 

Nenhum comentário: