20.5.20

Luiz Bolsonaro de Deus



Parece que o prefeito de Paulo Afonso na Bahia, Luiz de Deus, quer ficar notabilizado mesmo por ter seu nome associado ao do atual presidente da república, Jair Bolsonaro. Repetindo o que seu sócio, José de Matos, faz em sua rádio usando ao usar o singelo nome de “Tico Barbosa de Deus”.

No mesmo dia em que fez publicar um decreto liberando o funcionamento de atividades econômicas não essenciais, os vereadores e a vereadora, da base do governo, votaram contra ao projeto de lei que proponha criar o cadastro excepcional do cartão Paulo Afonso Cidadania que contemplaria os mototaxistas e trabalhadores em geral que paralisaram ou sofreram queda de seus rendimentos em virtude da pandemia e não foram beneficiados pelo Auxílio Emergencial do Governo Federal.


Com a rejeição do projeto de autoria do vereador Bero do Jardim Bahia, os profissionais que poderiam ser beneficiados e que estão passando por dificuldades, não receberão as benfeitorias que o governo municipal pode proporcionar aqueles que estão em dificuldades momentâneas.

Mototaxistas prometem fazer um protesto em frente da prefeitura ainda esta semana para chamar a atenção do prefeito, que nada fez para que seus comandados rejeitassem a projeto de ajuda a classe.

Para quem é do mundo político, sabe que uma votação dessa não aconteceria sem que o prefeito tivesse conhecimento do que estava acontecendo. Se votaram contra, o prefeito sabia antecipadamente o que iria acontecer.

Nenhum comentário: