Dimas Roque: MÉDICOS FANTASMAS FORAM LANÇADOS NO SISTEMA EM 2009.

17.11.09

MÉDICOS FANTASMAS FORAM LANÇADOS NO SISTEMA EM 2009.

Decidido a investigar denúncias de possíveis contratações irregulares em 2008, ainda quando era secretário de Saúde, o vereador Celso Brito descobriu que os nomes denunciados aparecem apenas em listas de funcionários temporários da Prefeitura, no Tribunal de Contas do Município, a partir de 2009.

Os dois nomes* apresentados na denúncia do vereador líder do governo e na imprensa local, não aparecem no relatório do TCM de funcionário temporários que receberam salário no período de janeiro a novembro de 2008, período em que o relatório foi enviado pelo governo anterior. Uma das pessoas, do sexo feminino, aparece na lista de dezembro de 2008, cuja informação foi dada já em 2009, permanecendo esta pessoa a receber salário em janeiro e fevereiro de 2009. A outra pessoa do sexo masculino aparece apenas recebendo salário em fevereiro de 2009 e esta pessoa, pasmem, está há mais de 2 anos trabalhando no trecho.

“Tudo leva a crer que alguma pessoa do atual governo pretendia me incriminar neste caso e cometeu a desonestidade de registrar estas pessoas com data retroativa, mas no relatório do TCM que divulga os nomes de todas as pessoas que receberam salários na PMPA, estas duas pessoas só aparecem nas listas enviadas a partir de 2009, mas com data de nomeação retroativa. [...] Enganaram o vereador líder do governo com uma farsa e a rádio comprou e vendeu o peixe com escama e tudo”, disse o vereador Celso Brito, indicando que o governo compromete a credibilidade de seus maiores aliados.

O vereador procurou ex-funcionários da gestão passada na área de Recursos Humanos e teve a garantia que estas pessoas nunca passaram pela folha de pagamento ou registros do governo anterior. “Até o ex-prefeito ficou surpreso com a denúncia e desconhece tais nomeações. Algumas pessoas deste novo governo acham que o povo é bobo e desinformado. Hoje em dia qualquer pessoa pode acessar o site do TCM e verificar as contas públicas facilmente”, disse indignado, o vereador.

“Agora quem precisa explicar o que está acontecendo é o atual governo. Entrarei esta semana com um pedido de instauração de uma CPI sobre este caso, como também para apurar as informações dos PSFs e como estão sendo pago salários aos médicos sem trabalhar”, avisa o vereador Celso Brito, que já preparou requerimento e espera assinatura da bancada de oposição e dos demais vereadores da Casa, principalmente, do líder do governo que iniciou a denúncia.

Nenhum comentário: