Dimas Roque: Delegado a conferência de Cultura da Bahia foi deixado para trás.

25.11.09

Delegado a conferência de Cultura da Bahia foi deixado para trás.

Eleito na conferência municipal e posteriormente na conferência territorial que aconteceu aqui mesmo em Paulo Afonso, o senhor Jota Lunas Rodrigues é um dos delegados a IIIª Conferência Estadual de Cultura do estado da Bahia que acontece de 26 a 29 de novembro na cidade de Ilhéus. Parece que o prefeito Anilton Bastos continua na sua luta seletiva para excluir as pessoas, mesmo que isso signifique prejudicar a nossa cidade. É que com a ausência de Jota Lunas, Paulo Afonso ficará com menos um voto nas comissões que vão discutir a política cultura para a Bahia e para o Brasil.

Como manda o figurino, a diretora de cultura da cidade, Glória Lira encaminhou uma correspondência ao secretário de serviços Públicos, Paulo Tenório de Deus onde pedia a liberação do “funcionário JOTA LUNAS RODRIGUES BARROS durante os dias 25 à 30 de novembro de 2009. Pois o mesmo precisa participar COMO DELEGADO ELEITO PELO VOTO POPULAR...”. Mas o que aconteceu foi o veto da ida do mesmo. O interessante é que o outro delegado da cidade foi autorizado a ir, além de outras pessoas que não terão votos. Até o fórum de dirigentes municipais de cultura da Bahia enviou um oficio circular, assinado por Normelita Oliveira ao prefeito na tentativa de sensibilizar o mesmo da importância da presença dos delegados de Paulo Afonso.

No dia 20 de novembro houve um despacho do gabinete do prefeito negando a referida solicitação. Assim como do secretário de serviços públicos que também pedirá que fosse indeferida a solicitação.

O Blog entrou em contato com o Chefe de Gabinete da Prefeitura o senhor Júnior Benzota para saber os motivos que teve o prefeito para prejudicar uma pessoa eleita pelo voto popular a ir participar da IIIª Conferência de Cultura. Segundo ele os 30 (três) delegados da cidade já teriam recebido a autorização. Informado pelo Blog que Jota Lunas é um dos delegados eleitos, ele afirmou que a informação do nome dos outros teria sido dada por Jânio Soares, secretário de turismo e cultura e que eu deveria entrar em contato com o mesmo para saber o que teria acontecido. Tentei através do celular do mesmo, que se encontra em Salvador, e não consegui ser atendido. Júnior também me disse que “Jota Lunas deve viajar a conferência”.

Uma outra coisa nessa história e parece que a prefeito não está bem informado é que só duas pessoas de Paulo Afonso foram eleitas como delegados na conferência territorial. Foram eles, Jota Lunas e Oscar Silva. Este último delegado estadual e nacional.

Essa forma de excluir os diferentes já virou praxe no governo Anilton Bastos. Ao retirar uma pessoa eleita democraticamente pelo voto do povo, ele não só prejudica um cidadão, mas deixa a cidade sem forças e voz para lutar por uma política cultura para nossa região.

Um micro-ônibus pegou a estrada ontem. Estava cheio de pessoas e funcionários da prefeitura que não irão votar. Como entender a negativa da ida de Jota Lunas? Perseguição política? E qual o nome das outras duas pessoas que vão se passar por delegados em Ilhéus? Já que afirmaram que são três, quando na verdade são dois.

Um comentário:

Anônimo disse...

OLHA PESSOAL,NA MINHA OPINIÃO DEVERIAM IR:TICO,GILDASIO E FABIO SALVADOR,ESSES TREIS SERIAM IDEAIS PARA NOSSA CULTURA,O BAJULISMO.