16.4.21

Psicólogos da SEC dialogam sobre autocuidado físico e mental com educadores de Salvador e Paulo Afonso


A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), através do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, continua realizando uma série de oficinas on-line sobre autoacolhimento e outros temas voltados para a saúde mental dos professores, estudantes e funcionários das escolas e integrantes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), em todo o Estado. Nesta quinta-feira (15), os beneficiados foram os professores dos colégios Estaduais Doutor João Pedro dos Santos e Deputado Henrique Brito, localizados em Salvador, e do Centro Estadual de Educação Profissional (CETEP) de Itaparica, em Paulo Afonso. O tema discutido foi "A importância do autocuidado físico e mental". As atividades são realizadas por psicólogos que integram a equipe de profissionais da SEC.

Para a superintendente de Recursos Humanos da Educação, Maria do Rosário Muricy, as oficinas do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor são de grande importância quanto às informações relacionadas à saúde mental, autocuidado, ressignificação de volta às aulas, além de dicas importantes sobre postura e orientações para os professores se organizarem para o momento das aulas virtuais. "O momento é de acolhimento, escuta e orientação. E o programa vem mantendo as ações através das oficinas e do acolhimento individualizado. Até a presente data já foram realizadas 120 oficinas on-line com 3.736 participações e 1.302 acolhimentos individualizados. Além da implantação, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, do curso Projetos Escolas Seguras".

O psicólogo Bruno Oliveira Stroparo, que ministrou a oficina para o público dos dois colégios citados, falou sobre a importância de trabalhar o tema com os educadores. O autocuidado mental e físico para as pessoas, ainda mais para os professores, é extremamente importante, porque diminui a sobrecarga mental, especialmente em tempos de pandemia. Priorizar as suas próprias necessidades traz bem-estar, estabilidade e foco para exercer sua atividade laboral com mais eficiência. O objetivo das oficinas é resgatar esse olhar do professor pra seu próprio eu, orientando práticas que possam melhorar a qualidade de vida desse sujeito", destacou.

A psicóloga Jaqueline Noronha também tratou do mesmo tema com os educadores do CETEP de Paulo Afonso. "Estamos vivendo uma pandemia e querendo ou não recebemos uma pressão externa e com a sensação de poder ser infectado com um vírus que pode tirar a nossa vida e isso, de forma direta e indireta, acaba atingindo o nosso emocional e reverberando na nossa saúde psíquica e na nossa parte profissional", afirmou.

Agenda - Nesta sexta-feira (16), às 9h30, o mesmo tema será abordado com os professores do Colégio Estadual Anna Junqueira Ayres Tourinho, em São Francisco do Conde. Já na segunda-feira (19), às 8h30, será a vez dos educadores dos colégios estaduais Ana Bernardes e Dona Mora Guimarães. Já às 14h, a atividade acontece com os professores dos colégios estaduais Leal Leal e Renan Baleeiro, todos localizados em Salvador.

Além das oficinas, o programa também realiza atendimento psicológico on-line individualizado para professores e servidores da rede estadual de ensino, que podem solicitar horário, através do e-mail. Para isso, é necessário informar a matrícula, o nome, o telefone e a escola em que o interessado está lotado. Após a solicitação via e-mail do agendamento, o servidor é direcionado a um psicólogo para o atendimento, que é realizado por telefone, WhatsApp ou pelo Google Meet, com horário marcado e de acordo com a disponibilidade da agenda.

Foto: Divulgação.

Nenhum comentário: