30.7.20

Estudante de 62 anos do Programa Universidade para Todos realiza sonho de cursar Direito


O sonho do estudante Sandoval dos Santos Azevedo, 62, do Programa Universidade Para Todos (UPT), de ingressar no Ensino Superior, para cursar Direito, já é uma realidade. O caminhoneiro autônomo é um exemplo de superação, dedicação e persistência, pois nunca desistiu de aprender e acreditar no seu potencial. Ele está cursando o segundo semestre no Centro Universitário Estácio da Bahia - Campus Fratelli Vita, em Salvador, após conquistar uma bolsa de 50% no Programa Universidade para Todos (PROUNI), por meio do seu bom desempenho e nota no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Sandoval participou do UPT em 2018 e 2019, no Polo UPT da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), que funciona no Colégio Estadual Nelson Mandela, localizado no bairro de Periperi, em Salvador. Quem o conhece e convivia com ele sabe o quanto esta aprovação significa, visto que sempre dizia que seria aprovado em Direito.

Sandoval disse que a vida toda se identificou com a área de Direito, se imaginando um advogado. "Eu sempre quis fazer uma faculdade de Direito, pois gosto de defender as questões e sei que é necessário que a gente tenha conhecimento e habilidade para lidar com as adversidades da vida. Acabei de realizar este sonho para me tornar um profissional honesto e prestativo", disse, emocionado.

O mais novo universitário baiano era um frequentador assíduo dos aulões de revisão para o ENEM, promovidos pelo programa UPT. "Este curso foi muito importante não só para mim, mas também para muitas pessoas que não têm condições de pagar um curso pré-vestibular. O UPT tem ótimos professores e eu gostava muito das aulas, tanto que participei de todos aulões. Recomendo este curso para todos, pois é muito bom e nos prepara muito bem para o ENEM. Estou muito feliz e realizado com esta aprovação. Na faculdade, sou bem elogiado e estou tirando muitas notas boas, inclusive dez", revelou.

Para Sandoval, o estímulo é muito importante. "Sempre incentivei meus três filhos aos estudos e eles também me incentivam muito, mesmo tendo a idade que tenho, eles acreditaram em mim. Tenho um filho já formado na área de Computação e outro que está fazendo Medicina, na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Além disso, o incentivo dos professores e da equipe do UPT também foi essencial para mim. Tenho 62 anos de idade e sei que sirvo de exemplo e incentivo para outras pessoas mais maduras, com família, que trabalham e estudam para ter uma formação superior".

Sobre o UPT -

Foto: Divulgação.

Nenhum comentário: