24.7.20

Taxa de desocupação na Bahia atinge 14,9% em junho



A Bahia registrou uma taxa de desocupação de 14,9% no mês de junho de 2020, com 904 mil pessoas com 14 anos ou mais de idade desocupadas. Houve um aumento em relação ao mês de maio deste ano, quando a taxa de desocupação era de 14,2%.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Covid, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e foram analisados pelo Observatório do Trabalho da Bahia, projeto fruto da parceria entre a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).


A pesquisa mostra ainda que menos da metade das pessoas com 14 anos ou mais de idade do estado estava ocupada no mês de junho, com um nível de ocupação de 42,9% no período. A informalidade era expressiva no total dos ocupados, com uma taxa de 48%.

A principal posição na ocupação foi a de Conta própria, com 33,5% do total de ocupados na Bahia. Setorialmente, o destaque ficou para a Administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com 20,6% dos ocupados.

Impactos da Covid-19 - Com a retomada de algumas atividades econômicas, o número de ocupados em junho, que não estão afastados do trabalho por conta da pandemia, foi de 3.968 mil pessoas, um acréscimo de 198 mil pessoas em relação ao mês de maio.

Entretanto, as medidas de distanciamento social foram responsáveis pelo afastamento do trabalho de 984 mil pessoas ocupadas na Bahia. Outras 302 mil pessoas estavam trabalhando de forma remota no estado.

Nenhum comentário: