19.4.15

É hora de agir!

Dias atrás uma imagem me veio à cabeça, a do lutador Sergipano Maguila. Ela ficou bastante conhecido nos anos 80. Era a sensação nos ringues do Brasil. Todos os que se aventuravam a enfrenta-lo tinham o mesmo resultado, a DERROTA. Também me veio a voz marcante de Luciano do Vale, locutor que abraçou o “esporte” e o fez conhecido da grande maioria dos Brasileiros.
No ringue Maguila era invencível para todos os que o acompanhavam, nas arenas de lutas, ou pela Televisão. Até que um dia, alguém teve a ideia de marcar uma luta com Evander Holyfield. O empresário deve ter pensado no dinheiro, a televisão também. Os organizadores da luta, viram naquele combate a oportunidade de arrecadar mais para seus bolsos. E me parece que só o Maguila queria mesmo era se divertir.
Já nos primeiros minutos daquela luta, todos nós percebemos que Maguila estava bem. Batia, e revidava em contra golpes as ações do seu opositor. No segundo round, o nosso campeão levou um soco e caiu impotente, estrebuchando. Aquela cena foi de doer o coração para quem estava assistindo e não podia fazer nada. O sentimento foi de humilhação diante de todos ao ver o nosso herói estirado, sem conseguir se levantar e partir novamente para a luta.
Pois é assim o que estamos sentindo atualmente com aqueles que comandam o Partido dos Trabalhadores. Depois de 30 anos de luta, vimos alguns de nossas lideranças envolvidas em escândalos. Alguns deles sem que haja uma só prova, estão sendo presos e humilhados por um juiz de primeira instância. Que sem que tenha havido o julgamento, prende, humilha publicamente através de imagens das TVs, que são avisadas com antecedência, onde e quando vão ocorrer. Fazendo parte de um enredo de mobilização contra o Partido dos Trabalhadores.
Paralisados, presidente e executiva nacional, parece o Maguila estendido no tablado do ringue. Sem forças e envergonhados. Enquanto a militância se desdobra na defesa de que o julgamento, se é que vai ter um, seja dentro da legalidade e não um picadeiro. Esta turma é a reserva moral do maior Partido Político do Brasil.
Ouvindo um amigo, ele me disse uma frase que define exatamente o que estão sentindo esses militantes: se um Partido que é detentor do mais alto cargo da nação, não parte para o embate duro em defesa do que acredita, que é o de estar sendo vítima de um juiz de primeira instância. Que tem sua mulher envolvida com seus maiores opositores, e prende, sem apresentar prova pública só aqueles a quem ele, parece, discordar das posições políticas. Se calado continuar o Partido, o melhor que faz é entregar de vez o comando da republica e se calar de vez.
Porque, não podemos ser o Maguila derrotado e sem forças, enquanto a plateia olha incapaz de poder fazer algo a mais para o defender. Nós precisamos é que a Direção e suas duas maiores lideranças, Lula e Dilma, falem. Cobrem que o processo seja aberto, e que parem de vazar seletivamente, o que é denunciado contra seus filiados. Nós precisamos de ação.
O silêncio dessas lideranças, em outros casos, deu força para que BANDIDOS pudessem abrir a boca e se passarem por paladinos da moral pública. É hora de agir!
Dimas Roque.

Nenhum comentário: