23.8.16

Mutirão de Cirurgias para os Baianos.

O governador Rui Costa confirmou o início dos procedimentos do Mutirão de Cirurgias no dia 2 de setembro em Ipiaú e Jaguaquara. Rui também reafirmou o compromisso feito por ele no lançamento do projeto, no dia 15 de agosto. “Aquela cidade que conseguir cadastrar mais pessoas [na lista única de pacientes aptos à cirurgia] será sempre a próxima etapa. Em Ilhéus, Ipiaú, Jequié e Jaguaquara, nós vamos monitorar. Aquela região que tiver o maior número de cadastrados, será a próxima região”, garantiu.
As obras de construção, reforma e ampliação de hospitais baianos pelo Governo do Estado também tiveram destaque na entrevista. De acordo com o governador, os equipamentos já estão sendo instalados no HGE 2, que deve ser inaugurado em setembro. Outra unidade que deve ser concluída ainda este ano é o Hospital da Mulher, localizado no Largo de Roma, em Salvador.
Também em 2016, o governador pretende dar início à construção do Hospital Metropolitano, na cidade de Lauro de Freitas. “Isso se complementa com a estratégia da construção das policlínicas regionais, que nós já iniciamos nas regiões de Teixeira de Freitas, Guanambi, Jequié e Irecê. Eu início as obras, ainda este ano, nas regiões de Valença, Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Alagoinhas e, também, na Região Metropolitana de Salvador, na cidade de Simões Filho”, concluiu.

O programa Digaí, Governador! é produzido pela Secretaria de Comunicação Social (Secom), veiculado pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por diversos veículos de comunicação. Está disponível no site www.secom.ba.gov.br e pelo telefone 0800-071-7328.

22.8.16

O SERTÃO BAIANO FOI UMA DAS REGIÕES MAIS PRIVILEGIADAS PELAS NOVAS VAGAS.

A Bahia fechou o primeiro semestre com 35 empreendimentos implantados e quatro ampliados, um investimento de R$ 2,3 bilhões e a geração de 3.022 novas vagas de empregos. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda, o fortalecimento da economia baiana é essencial para a manutenção das indústrias instaladas e a atração de novos investimentos. “Reduzir o índice de desemprego é a nossa grande meta. Estamos executando um conjunto de ações articuladas para garantir a atração de mais empresas, que resultam em emprego e renda para os baianos”, afirma.
A Tecsis - Tecnologia e Sistemas Avançados, o Juá Garden Shopping e a Lipari são os responsáveis pelo aumento no número de empregos. A fábrica de produção de pás eólicas, que está com 20% das suas operações iniciadas no Polo Industrial de Camaçari, emprega até o momento 637 funcionários, mas a previsão é fechar o ano com 1.500 vagas ocupadas. Com investimentos da ordem de R$ 220 milhões, a planta tem capacidade para produzir 2,5 mil pás por ano, em 12 linhas de produção. De acordo com a Tecsis, com a capacidade máxima instalada, a fábrica pode empregar até seis mil pessoas. A meta é chegar a até o final de 2018 com três mil colaboradores.
O Juá Garden Shopping inaugurado no mês de março, em Juazeiro, no Vale do São Francisco, foi responsável pela geração de mil empregos e investiu R$ 150 milhões, mas a previsão é gerar cerca de três mil empregos, entre diretos e indiretos, quando estiver em pleno funcionamento. A Lipari Mineração, implantada no município de Nordestina, emprega 260 funcionários e foi responsável pelo investimento de R$ 200 milhões.
O segmento Eletricidade e Gás foi o responsável pela maior parte dos investimentos implantados, um total de R$ 1,8 bilhão com 21 usinas eólicas implantadas no semi-árido baiano e mais 491.900 kW adicionados à rede elétrica. “A Bahia tem hoje um total de 68 usinas em operação e mais de 1,71 GW em potência instalada, ocupando a segunda posição na produção de energia eólica”, destaca Hereda.
As expectativas para o Estado continuam bem positivas, no início do mês, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.260 empreendimentos de geração de energia eólica e solar fotovoltaica para o 2º Leilão de Energia de Reserva 2016, sendo 841 projetos eólicos e 419 fotovoltaicos, somando 35.147 MW de potência instalada. A Bahia foi líder na oferta de projetos, cadastrando 240 projetos eólicos, com um total de 6.380 MW e 101 com a energia do sol que totalizam 3.155 MW de potência instalada.
Novos empreendimentos.
Além dos investimentos implantados, alguns grupos baianos e grandes redes anunciaram novos investimentos e ampliações no Estado. No segmento de Comércio e Serviços, o centro de distribuição (CD) da rede de farmácias Pague Menos, no município de Simões Filho, tem previsão de entrar em operação ainda neste mês de agosto. Os investimentos somam R$ 6 milhões, com geração de mais de 100 empregos diretos.
O complexo vai absorver a demanda das 86 lojas da rede cearense no estado. A previsão é inaugurar outras 14 unidades até o final deste ano. Outro CD que será inaugurado até o final do ano é o da cervejaria Petrópolis em Camaçari, com investimento de R$ 28 milhões e geração de 100 empregos.
As atrações de investimentos não param. No segmento de Automotivo e componentes, a Bridgestone, uma das maiores fabricantes de pneus do mundo, investirá R$ 262 milhões na ampliação da sua planta industrial Bahia, sendo R$ 252 milhões no incremento da produção e R$ 10 milhões na construção de um centro de distribuição. Atualmente a fábrica trabalha em três turnos e espera chegar, com a ampliação, a produzir 8,1 mil pneus/dia.
Já no segmento de Papel e Celulose, a Suzano anunciou ampliação de sua fábrica em Mucuri, no extremo-sul da Bahia, com investimentos de R$ 700 milhões e geração de 1.150 empregos diretos nas obras civis, e 50 novos postos de trabalho que se somarão aos 2,4 mil já existentes naquela unidade fabril. Além da modernização e do aumento da produção de celulose, está prevista a construção de uma unidade de fabricação de bobinas para conversão de papel higiênico, um novo segmento de atuação da empresa. As obras começam ainda este ano e o início das operações está previsto para o final de 2017.

Três meses depois, foi a vez da Veracel - uma das gigantes do setor de celulose, controlada pela brasileira Fibria Celulose e pela sueco-finlandesa Stora Enso -, anunciar o investimento de R$ 700 milhões em sua fábrica de Eunápolis, até o próximo ano. O objetivo é aumentar a sua produção em 30%, passando das atuais 900 milhões de toneladas/ano para 1,135 milhão de toneladas/ano. No processo de modernização, serão gerados 200 novos empregos entre diretos e terceirizados, que vão se somar aos cerca de 3 mil já existentes na unidade industrial, entre diretos e terceirizados.

21.8.16

Lula e Dilma foram lembrados nas redes sociais hoje.


Mano Brown faz discurso contra a passividade da população no caso do impedimento de Dilma.

"Em um discurso histórico, feito durante um show na última quarta-feira (20) no Rio de Janeiro, o rapper Mano Brown, dos Racionais MC’s, afirmou que “fechou um ciclo” em sua vida e em sua carreira depois que viu “a população virar as costas para Dilma” e depois de constatar “o poder que a população tem num país de terceiro mundo”.

“Eu vi a população virar as costas para a Dilma. E eu vi o que é o poder da televisão em um país de terceiro mundo, o que é um país de terceiro mundo se informar. Onde a televisão elege e derruba quem eles querem. Aí eu falei: já que o povo escolheu isso, que assim seja. Daqui para frente, fechou um ciclo na minha carreira e na minha vida. Se o povo decidiu derrubar um governo, que assim seja. Daqui para frente, é cada um cada um. Não siga o Mano Brown que você pode tombar do precipício. Papo reto”, disse.

Em sua fala, Brown associou o fato de boa parte da população apoiar o impeachment da presidenta Dilma à manipulação midiática, em especial a exercida pela rede Globo – esta comparada por ele a uma droga.

“Em São Paulo, a maioria da população é de preto. E tá usando tudo isso de droga: cocaína, maconha, balinha, lança-perfume, novela da Globo, Jornal Nacional, todas as drogas possíveis. Vamos chapar? Vamos chapar de Rede Globo, de Jornal Nacional, vamos chapar de Willian Bonner”, ironizou.

“Enquanto a favela faz silencio, a elite manipula (…) O dia que o povo se omitiu. O dia em que a favela ficou quieta e deixou eles tomarem o que a favela conquistou”, completou o rapper paulista."

19.8.16

SAC Periperi funcionará em instalações provisórias a partir desta segunda-feira.

A partir desta segunda-feira (15), o Posto SAC Periperi tem endereço novo, onde os cidadãos serão atendidos durante o período de reforma das instalações permanentes. A unidade, responsável pelo atendimento da população do Subúrbio Ferroviário de Salvador irá funcionar provisoriamente, no Empresarial Innovarcenter, na Praça da Revolução. A oferta de serviços e a capacidade de atendimento permanecem as mesmas, bem como o horário de funcionamento, das 7h às 15h30, de segunda a sexta-feira.
O Posto SAC Periperi oferece serviços de 13 órgãos e instituições parceiras, responsáveis por realizar uma média mensal de aproximadamente 22 mil atendimentos. “A população estará igualmente assistida nesta unidade provisória, até que sejam concluídas as obras de manutenção no imóvel onde o Posto funciona há 18 anos, garantindo conforto e segurança ao cidadão”, disse Edelvino Góes Filho, secretário da Administração.

O fechamento da outra unidade ocorreu no dia 29 de julho, depois de avaliação que verificou problemas em sua estrutura física. Desde então, uma das unidades do SAC Móvel foi deslocada para o bairro. Na carreta foram realizados mais de 2,2 mil atendimentos, até esta quarta-feira (10). Para mais informações sobre endereços e horários de atendimento da Rede SAC na capital e interior, a Secretaria da Administração disponibiliza o Portal SAC.

18.8.16

Vem aí o CONAEDU no mês de outubro.

O CONAEDU reunirá alguns dos mais destacados palestrantes, conferencistas e educadores do Brasil, Cesar Nunes, Cipriano Luckesi, Bernard Charlot, Jaqueline Moll, Francisco Cordão, Alexandre Ventura, Marta Relvas, Celso Antunes, Augusto Nunes, Dalmir Santana, Ordália Almeida, Jane Haddad, Eliana Romão, Isabel Parolin, Silvio Wonsovicz, Júlio Furtado, Gabriel Perissé, Renato Casagrande e Simone Machado. Além de todas estas personalidades, eu, Suzana Montauriol, também tive a honra de ser convidado para colaborar neste evento transformador.
Será o maior congresso virtual de educação do país. O tema deste ano é: Educar para a Humanização e para a Cidadania. Trata-se de uma iniciativa que visa contribuir para implementar as atuais metas e dispositivos da legislação brasileira (PNE e Diretrizes Curriculares Nacionais), com a finalidade de construir consensualmente o sistema nacional de educação, baseado em premissas de igualdade, como o direito a estar na escola, que exige esforços de toda a sociedade para universalizar o acesso à escola, e o direito a aprender na escola, que exige do Estado, da sociedade brasileira e de todos os educadores a tarefa de gerar uma qualidade social da permanência das crianças e adolescente no espaço escolar.
É preciso superar a avaliação da escola brasileira baseada em comparações exclusivamente mensurativas técnicas, estatísticas e meritocráticas. A educação, institucional e escolar, é um direito subjetivo e social. Construir uma escola e produzir uma referência pedagógica para as crianças e adolescentes do Brasil é a mais exigente tarefa de formação cultural, ética e política posta para nosso tempo e nossa geração.

Rubem Alves será homenageado em todo o congresso. Acesse agora www.conaedu.com.br, veja os temas das palestras e faça sua INSCRIÇÃO! Eu recomendo o CONAEDU, pelo propósito do congresso, pelo seu conteúdo de excelência e também pelo fato de você receber um certificado de extensão universitária de 32 h/a de formação continuada. Este registro acadêmico será expedido pela UNIFEG uma das maiores referências de Ensino a Distância, reconhecida pelo MEC.