16.6.21

“Homem Solidão”, novo EP da banda Tio Zé Bá, já está disponível nas plataformas musicais


Já está disponível em plataformas musicais como Spotify, Deezer e iTunes o EP Homem Solidão, novo trabalho da banda pernambucana Tio Zé Bá.  Lançado nesta quarta-feira (16), o álbum reúne canções que refletem sobre a solidão do homem na contemporaneidade, sobre a afetividade e questões sociais em tempos de pandemia. Gravado inteiramente em home studio, a produção contou com a participação de músicos locais e do exterior.

Marcado pela quebra de paradigmas musicais em relação aos trabalhos anteriores, neste novo lançamento a Tio Zé Bá entrega experimentações sonoras através de diferentes elementos do reggae, como o dub, love songs e junção de novos arranjos. Junto a isso, o engajamento social e político sempre presentes na trajetória do grupo destacam a preocupação em refletir sobre o atual momento de pandemia.

“Todo disco tem uma história, ele é carregado de novidades que o artista inquieto busca provocar em si mesmo. Em Homem Solidão temos a continuidade do amadurecimento desse trabalho, do trato com a música e na perspectiva de ousar além do que a gente vinha fazendo em outros discos", explica o músico Maércio José, criador da banda Tio Zé Bá e compositor das canções do EP.

Nascida como um projeto paralelo ao grupo Apocalypse Reggae, em Petrolina-PE, a banda Tio Zé Bá assume local de destaque e de referência na cena reggae do Vale do São Francisco há 15 anos. Sempre abrindo espaço para a discussão de temáticas ligadas às periferias, ao resgate da ancestralidade africana e a aproximação com a cultura pernambucana, o conjunto participou de diversos festivais do Brasil, como o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), Festival Pernambuco Nação Cultural e o  Aldeia do Velho Chico.


Tracklist do EP Homem Solidão

O novo trabalho conta com quatro faixas. As problemáticas do atual sistema político e a opressão contra mobilizações populares são alguns dos elementos presentes nas letras e dão o tom da música Estado Caducante, que abre o EP. No álbum, a canção também ganha uma segunda versão, remixada em dub - gênero musical eletrônico oriundo do reggae - pelo engenheiro de áudio e produtor musical pernambucano Buguinha Dub.

A faixa-título Homem Solidão, por sua vez, versa sobre as várias solidões existentes no cotidiano social, o processo de autoconhecimento individual e coletivo na vida de um homem até o atual contexto de pandemia, que tem exigido o isolamento como forma de prevenção e combate ao novo coronavírus.

Ao fim do EP, a antagonia entre a ausência e o afeto embalam a canção A Cidade e A Orquídea. Composta há 22 anos por Maércio José em parceria com Dionizio Ferreira (Cabeça de Arco-Íris), a música recebeu uma nova roupagem nesta versão atual. Lançada como single no mês de março, teve clipe dirigido pelo cineasta Flávio Andrade e pode ser acessada através do canal do Youtube da banda.

Mais informações sobre o EP e a ficha técnica completa podem ser obtidas através das redes sociais do grupo (@tiozebaoficial).

Por: Ascom

Nenhum comentário: