Dimas Roque: Após polemicas envolvendo o seu nome, Mário Galinho emite nota

7.11.19

Após polemicas envolvendo o seu nome, Mário Galinho emite nota



O vereador e pré-candidato a prefeito pelo Solidariedade, Mário Galinho, teve seu nome envolvido em polemicas nos últimos dias. Hoje (07), ele soltou uma nota falando sobre o caso.

Entenda o caso

O ex-prefeito Paulo de Deus, irmão do atual, Luís de Deus, perguntado se estaria trabalhando para aumentar a base política, ele disse que sim e que inclusive tinha almoçado com Galinho. Essa informação pegou a todos de surpresa, já que o vereador é o maior crítico do atual governo na Câmara de Vereadores.
Outra notícia foi a de que Luís Neto, candidato do Partido dos Trabalhadores a prefeito, estaria já na chapa como vice de Galinho. Esta informação levou a direção Petista a soltar uma nota oficial negando o fato. Mas Galinho não falou sobre este assunto na nota.

Leia a nota do vereador e pré-candidato Mário Galinho

"Caros amigos e amigas de Paulo Afonso,

Como pessoa pública e servidor de todos vocês, sinto-me na obrigação de me pronunciar acerca da repercussão de um momento em que conversei com o ex-prefeito, Sr. Paulo de Deus, pessoa que conheci há alguns anos e por um longo período não o via. De forma direta, informo: sim, recebi um chamado de sua parte e atendi ao pedido, pois creio que conversar é parte fundamental da vida pública e principalmente enquanto vereador tenho a obrigação de receber ou atender a todos, sem distinção. Converso todos os dias com muita gente, nas ruas, nas instituições, escritórios, líderes, liderados, atendo a todos com muito prazer, pois amo o que faço e não seria diferente, mesmo se tratando de uma pessoa que só aparece aqui de “4 em 4 anos”. No entanto, não posso permitir que tentem me associar a uma gestão da qual não faço parte, pelo contrário, como todos sabem, sou oposicionista, não por simples escolha política, mas por convicção. Tenho denunciado inúmeras irregularidades da gestão atual, acredito que o prefeito seja o responsável pela administração municipal e não seus parentes, tenho apresentado proposituras como solução, apontado caminhos, mas o que vejo é a dolorosa inércia e nenhum planejamento estratégico ou qualquer aproximação do povo com a coisa pública, ou seja, divergimos largamente sobre o assunto gestão.

“Mas o que você foi tratar nessa conversa, Galinho? Algum acordo político?” Alguém me perguntou. Na verdade, eu não sabia até ouvir o assunto, que nada foi além de: diálogo sobre o atual cenário político de nossa cidade e saber se eu serei candidato a prefeito em 2020. Tenham certeza, meus queridos amigos e amigas, que qualquer novidade ou decisão de minha parte será sempre em favor do povo, sendo vocês os primeiros a saber, afinal, eu sou funcionário de vocês e sempre que tiverem dúvidas, prestar contas é minha obrigação!

Ah, só para não deixar subtendido: Nada de acordo ou apoio político, nenhuma proposta ou possibilidade nesse sentido (nem de uma parte, nem de outra) e para todos aqueles que me acompanham e acreditam em mim, eu os tranquilizo: não houve e nem haverá conversa nesse sentido, prego RENOVAÇÃO e é por isso que luto e apanho todos os dias.

Deus abençoe a nossa cidade. Dias melhores virão!"

Nenhum comentário: