Dimas Roque: Para eles, tudo! Para o povo, nada!