15.1.18

7ª edição do Festival Internacional de Capoeiragem

Patrocinada pela Governo do Estado, 7ª edição do Festival Internacional de Capoeiragem é realizada em Salvador

Capoeiristas de todos os continentes se encontrarão na sétima edição do Festival Internacional de Capoeiragem. De 24 a 27 de janeiro, a Bahia reunirá vários mestres renomados, capoeiristas de mais de 20 países, crianças de projetos sociais e estudantes, no Forte da Capoeira, no Santo Antônio Além do Carmo, com entrada gratuita. O Festival é uma realização do Instituto CTE Capoeiragem, em parceria com a Polo Cultural, e conta com patrocínio do Governo do Estado da Bahia.

Na programação, estudantes, educadores, pesquisadores e adeptos da arte/luta capoeira estarão imersos em um espaço que contará com oficinas, palestra, vivência e turismo, além de shows musicais. Também haverá atividades gratuitas para crianças de 3 a 11 anos, no Espaço Criança - Capoeiragem Mirim, com o apoio da Bahiagás, que será montado com toda a estrutura necessária e com profissionais especializados no trabalho com o público infantil.

Já estão confirmados nomes como os mestres Pelé da Bomba, Faísca, Moa, Bel, Nenel, Kako, Macaco, Paulinho Sabiá e Negoativo. O Festival também oferece um Tour Capoeirístico, uma pesquisa realizada pelo Mestre Balão e pelo pesquisador e historiador, uma das grandes referências da capoeira, o já falecido Frede Abreu. Na rota, os participantes farão uma visita guiada no Centro Histórico de Salvador, cenário de fatos relevantes da história da Capoeira e do Brasil nos séculos XIX, XX e XI.

“A capoeira, de uma maneira geral, está passando por um momento de reflexão e atitudes cada vez mais voltadas para suas raízes. A nossa intenção é contextualizar, de maneira mais forte, nesta 7ª edição, a musicalidade da capoeira dentro desta conjuntura. Os participantes terão a oportunidade de vivenciar momentos fantásticos com grandes expoentes da musicalidade da capoeira mundial, que contarão um pouco da sua trajetória nestes dias do evento. Afinem seus instrumentos, berimbau, pandeiro, atabaque e venham para essa grande festa. Tenho certeza que será uma experiência brilhante para todos”, declara Mestre Balão, anfitrião do Festival. A iniciativa contribui para a formação e intercâmbio de experiências de capoeiristas do mundo inteiro, além de acontecer no lugar onde se originou a arte.

Programação

A programação começa na quarta-feira (24), com a abertura oficial às 19h. Na quinta-feira (25), tem visita guiada ao Forte da Capoeira, as oficinas de Angola, Afoxé e Capoeira Regional, além da palestra "Tocadores de Urucungo no espaço Atlântico 1876-1936", e termina com samba.

Na sexta-feira, dia 26, o evento segue com as oficinas de Maculelê, Capoeira e Musicalidade. Às 19h, terá o tradicional batizado e troca de graduação e encerra com o samba. No sábado, último dia, às 9h, terá o Tour Capoeirístico, no Centro Histórico, vivência com Mestre Pelé da Bomba (Ação Griô) no "Espaço Criança – Capoeiragem Mirim", apresentação de Maculelê com crianças de três comunidades atendidas pelo Instituto CTE Capoeiragem e encerra com uma grande festa.



Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Nenhum comentário: