25.3.15

Senadora Fátima registra abertura de inquérito contra Agripino.

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) destacou, em Plenário, nesta quarta-feira (25), a abertura de inquérito para investigar o presidente do Democratas, senador José Agripino (RN). A pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de inquérito para investigar se o senador praticou o crime de corrupção. 
A senadora fez questão de deixar claro que, ao registrar o fato, não tinha a intenção de condenar antecipadamente ninguém. “Ao contrário do que fez o nobre colega, por diversas vezes, julgando e condenando seus adversários a partir apenas de denúncias ou indícios, principalmente quando essas denúncias envolviam pessoas ligadas ao meu partido, eu não vou me antecipar”, destacou Fátima. 
A senadora informou que o pedido de inquérito por parte do procurador-geral foi feito com base na delação premiada do empresário do Rio Grande Norte George Olímpio, preso durante a Operação Sinal Fechado, do Ministério Público daquele estado. Em depoimento gravado, veiculado pela imprensa, George Olímpio diz que o senador pelo DEM cobrou R$ 1 milhão de reais para permitir um esquema de corrupção no serviço de inspeção veicular no estado, que na época era governado pelo DEM.
Fátima fez questão de lembrar que o senador, que agora é investigado por corrupção, participou das últimas manifestações de rua, justamente contra esse tipo de crime, quando chegou a pedir o impeachment da presidente Dilma, sem nenhuma base jurídica. Mas acrescentou que o senador não tem que temer que o Partido dos Trabalhadores aja com ele da mesma forma: “Graças à presidente Dilma e a muitos outros que tombaram na luta contra o arbítrio da ditadura militar e em favor da redemocratização do país, hoje vivemos em um Estado Democrático de Direito, com instituições democráticas sólidas, que garantem, ao senador Agripino e a quem quer que seja acusado de algum crime, o devido processo legal, resguardado seu direito de ampla defesa, o que ele fará em juízo”.
Ouça a íntegra do pronunciamento da senadora: http://goo.gl/gYbiim

Nenhum comentário: