7.6.14

TCE rejeita as contas de duas prefeituras e duas Câmaras de Vereadores de Sergipe.

Na Sessão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) desta quinta-feira, 05, foram julgados 26 processos e dois protocolos. Foram julgadas irregulares as contas da vice-prefeitura de Canindé, Câmara de Pedrinhas, Câmara de Tobias Barreto, Câmara de N. Sra. Aparecida e da Sedetec.

O conselheiro Ulices Andrade rejeitou as contas anuais do exercício financeiro de 2010 da Prefeitura Municipal de Pacatuba, com interesse de Diva de Santana Melo. Com voto de vista, acompanhando o relator conselheiro Luiz Augusto, Ulices também rejeitou as contas anuais referentes a 2011 da Prefeitura de Monte Alegre, com o interesse de João Vieira de Aragão.

Em voto de vista, Ulices Andrade decidiu pela irregularidade das contas da vice-prefeitura de Canindé do São Francisco, relativas ao ano de 2006, com interesse de Eliane Magna Braz Carvalho. O conselheiro julgou o processo das contas anuais de 2005 do Fundo Municipal de Saúde de Nossa Senhora do Socorro de interesse de José Job de Carvalho Filho como regular com ressalvas. Ele votou pela regularidade da prestação de contas da Defensoria Pública de janeiro a fevereiro de 2010 de interesse de Elber Batalha de Góes.

Nenhum comentário: