6.1.14

Luiza Erundina discorda de Marina e a coisa esquenta no PSB.

Lançada pela ex-senadora Marina Silva como o nome indicado ao governo de São Paulo pela legenda do PSB para atrapalhar o acordo entre o governador de Pernambuco e presidenciável socialista, Eduardo Campos, na campanha do tucano Geraldo Alckmin à reeleição, a deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) está a postos para assumir a possível candidatura. Em entrevista ao diário conservador paulistano Folha de S. Paulo, publicada neste domingo, Erundina se diz contra a estratégia desenhada pelo partido:
– A certeza que tenho é que não há coerência política a ponto de se conseguir dar unidade a alianças que podem ser reproduzidas no resto do país.
Erundina não chegou a criticar Eduardo Campos e diz que a culpa é da “lógica eleitoral que se superpõe a tudo”. Segundo afirmou, Marina Silva pode ajudar a construir uma nova agremiação partidária e vê a coligação entre o partido e o grupo político de Marina como “salutar”.
– É a construção coletiva de um processo novo e vamos acumular para, se não for nessa eleição, introduzir algo novo num futuro que espero ser próximo – afirmou.

Do Correio do Brasil.

Nenhum comentário: