23.7.22

Maricá recebe o 7º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitas

Começou ontem, sexta-feira, 22, o 7º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais do Brasil na cidade de Maricá, no Estado do Rio de Janeiro com o objetivo de debater o ambiente das comunicações no Brasil. Desde 2010, quando aconteceu em São Paulo o 1º, onde jornalistas e militantes virtuais de esquerda se encontraram.

São Paulo, Brasília, Salvador e agora, Maricá, foram as sedes escolhidas para os encontros nacionais. E neste, de 2022, o homenageado é o Paulo Henrique Amorim, um dos maiores Jornalista que o país já teve. Ele foi um dos idealizadores desse movimento e participou de vários encontros, usando o seu prestígio para dar maior visibilidade. Dezessete estados estão com representantes em Maricá. Ele lembrou a todos, alguns dos programas que as administrações Petistas implantaram em Maricá como a moeda “Mumbuca”, o “Vermelhinho”, transporte público urbano que é utilizado pela população sem que seja paga qualquer taxa para isso.

O encontro fez, entre outros, homenagem a ex-vereadora Marielle Franco, que foi assassinada brutalmente. E quem esteve presente foi o pai dela, Sr. Antônio

Senhor Antônio Francisco, pai de Marielle Franco: “A prova viva de que Marielle lutou pelas minorias são as homenagens que recebemos em nome dela”, disse ele.

“Ou o Brasil acaba com o Lawfare, ou o Lawfare acaba com o Brasil”. Foi mais uma homenagem durante a abertura do encontro. E foi o Alexandre Teixeira lembrado por todos. Ele era assíduo frequentador dos BlogProgs que aconteceram nesses anos de militância jornalística da esquerda por uma comunicação plural para todos.

Paulo Henrique Amorim foi lembrado em um documentário exibido. Imagens de suas participações, desde o primeiro encontro em São Paulo no ano de 2010, até seu último vídeo no Maracanã cantando alegremente o Hino Nacional, um dia antes de sua morte, e que emocionou os presentes.

“A liberdade de expressão é a expressão da liberdade”, disse Paulo Henrique que foi um dos maiores incentivadores da mobilização de ativistas digitais enquanto esteve participando dos encontros.

Georgia Cardoso, esposa de Paulo Henrique, fez sua primeira aparição pública após a morte dele aos 76 anos que sofreu um infarto no dia 10 de julho de 2019 no Rio de Janeiro. Emocionada, ela fez durante sua fala algumas revelações da intimidade de PHA. “Ele adorava estar com vocês”. E “está presente em cada um de vocês”. “Assim como Paulo, vocês resistem por uma imprensa livre”. Terminou dizendo que “foi e é uma resistência”. Ao final a plateia aplaudiu durante um minuto efusivamente.

Mesmo após a morte de PHA, mais de 100 ações continuaram, todas elas foram transferidas para Georgia, que agora luta para se defender em todas.

O 7º BlogProg continua hoje com a programação e vai até amanhã quando será referendada a Carta de Maricá.

Nenhum comentário: