16.7.20

Prefeito de Macururé pede afastamento do cargo



O prefeito da cidade de Macururé no sertão baiano testou positivo para Coronavírus. A informação foi anunciada no final de junho e pegou a todos de surpresa. Everaldo Carvalho comunicou, ele mesmo, através de sua rede social na internet o fato.

Segundo informações ele teria mantido contato com outras pessoas que já estavam com o vírus e foi contaminado. A cidade de Macururé já passou por Lockdown, colocou barreiras sanitárias nas estradas e mesmo assim, a contaminação continua entre os moradores.


Hoje, 16, durante o Programa Hora da Notícia, o comunicador Marcelo França deu a notícia com exclusividade de que o prefeito teria enviado a Câmara de Vereadores um pedido de afastamento por tempo indeterminado. Quem trouxe mais detalhas foi Marcos Oliveira da cidade de Rodelas, distante 67 quilômetros de Macururé.

Ainda segundo Marcos, Everaldo está internado em uma UTI – Unidade de Terapia Intensiva na cidade de Salvador. Fez exames hoje para verificação da situação dos pulmões e espera o resultado.

Um comentário:

Formosa Acontece disse...

O prefeito não está pedindo afastamento, está pedindo apenas um prazo maior para retornar ao município, devido o mesmo está internado com Covid-19.

Às 16h30min desta quinta-feira (16/07), será realizada uma Sessão Extraordinária na Câmara de Vereadores de Macururé-BA, com a finalidade de deliberar sobre o Pedido de Licença do Prefeito municipal para ausentar-se do município por prazo superior a 15 dias, por motivo de Tratamento de Saúde e Transmissão Provisória do cargo ao Vice-Prefeito, conforme o Artigo 65 da Lei Orgânica Municipal.

A referida sessão ocorrerá com a presença apenas de vereadores e servidores da Câmara. Portanto, de portas fechadas, sem presença do público. (Medida tomada em conformidade com o disposto no Art. 2º da Decreto Legislativo nº 002/2020, de 08 de abril de 2020, que estabelece medidas temporárias no âmbito do Poder Legislativo Municipal, de prevenção ao contato do Novo Coronavírus - Covid-19).

A publicidade será garantida na Ata da respectiva sessão no Diário Oficial, e/ou pela transmissão em rede social.

Lei Orgânica do Município

De acordo com o Artigo 64 da Lei Orgânica do Município (Seção III - Das Licenças), "o Prefeito não poderá ausentar-se do Município, sem licença da Câmara Municipal, sob pena de perda do mandato, salvo por período inferior a 15 (quinze dias)".

O artigo 65 diz que "o Prefeito poderá licenciar-se quando impossibilitado de exercer o cargo, por motivo de doença devidamente comprovada".

Pedido de Licença

O prefeito do município, Everaldo Carvalho testou positivo para Covid-19 e encontra-se internado em Salvador.

Respeitando a Lei Orgânica Municipal, o Prefeito pede mais prazo para se ausentar do município, vendo a impossibilidade de retornar dentro do prazo de 15 dias e também pede a Transmissão Provisória do cargo para o Vice-prefeito Uibison Macedo, popular Galo Cego.

https://www.portalformosa.com.br/post/macurur%C3%A9-c%C3%A2mara-de-vereadores-realiza-sess%C3%A3o-extraordin%C3%A1ria-nesta-quinta-feira-16-saiba-o-motivo