Dimas Roque: 'Vitrine agro, Fenagro movimenta economia baiana', diz Leão na abertura da feira

25.11.19

'Vitrine agro, Fenagro movimenta economia baiana', diz Leão na abertura da feira



Agronegócio representa 1/4 do PIB baiano; Evento deve render R$ 180 milhões em negócios

O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, realizou a abertura oficial da 32ª Feira Internacional da Agropecuária, na tarde deste domingo (24). A Fenagro, maior feira do segmento no Norte/Nordeste e uma das mais importantes do Brasil, deve movimentar em torno de R$ 180 milhões. O evento traz um pedaço do campo para capital e vai até o dia 1º de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador.


“A Fenagro é a grande vitrine do nosso agronegócio, que representa 1/4 da economia da Bahia. Somos o segundo estado em produção de algodão e o terceiro em soja e milho, mas temos ainda muito espaço para crescer e investir. Exemplo disso é o projeto sucroalcooleiro, o maior em implantação no Brasil e que vai tornar a Bahia autossuficiente na produção de açúcar e álcool”, afirma Leão, que representou o governador Rui Costa na solenidade.

A SDE está participando da Fenagro com um stand de serviços, onde os micro e pequenos empresários contarão com suporte técnico e de orientação. O espaço terá atendimentos do SAC Empresarial e da Junta Comercial da Bahia (Juceb), integrados ao Sebrae, à Empresa Gráfica da Bahia (EGBA) e ao Conselho de Contadores que estarão prestando serviços multidisciplinares de atendimento aos empresários.

Dentro da programação da Fenagro é possível conhecer o potencial da cachaça baiana na Feira da Cachaça de Alambique (FeCachaça). O evento, realizado pela Rota da Cachaça da Bahia, conta com o apoio da SDE e reúne 100 produtores das diferentes regiões do Estado e 18 marcas baianas de cachaça de alambique registradas.

Paralelamente ocorre a 10ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que reúne mais de 400 empreendimentos de todas as regiões do Estado distribuídos em 27 armazéns e comercialização de cerca de 3 mil produtos.


Foto: Ascom/SDE.

Nenhum comentário: