Dimas Roque: Glória: Colégio Estadual Reis Magalhães teve três projetos aprovados na 8ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia

19.11.19

Glória: Colégio Estadual Reis Magalhães teve três projetos aprovados na 8ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia



A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou o resultado dos projetos de iniciação científica selecionados para a 8ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). Este ano, a feira acontecerá de 26 a 28 de novembro, em Salvador. Os projetos foram desenvolvidos por estudantes e professores orientadores do Ensino Fundamental II, do Ensino Médio e da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual de ensino. Dentre os principais temas abordados, destacam-se meio ambiente, sustentabilidade e empreendedorismo social.


A cidade de Glória teve três projetos aprovados. Todos eles do Colégio Estadual Reis Magalhães. São eles: Eletricidade do Ciclismo: Recarregue Seu Celular A Cada Pedalada, o segundo, Gerador de Energia Eólica Para Áreas de Difícil Acesso no Município De Glória – BA e o terceiro, A Atividade Esportiva no Combate aos Transtornos da Ansiedade.

Nesta edição da FECIBA, foram submetidos 1002 projetos de iniciação científica, dos quais foram selecionados 240 para apresentação. A ação alcançou 138 unidades escolares, de 26 Núcleos Territoriais de Educação, em 85 municípios. Os projetos estão distribuídos nas seguintes categorias: Ciências Exatas e Engenharia; Ciências Humanas; Ciências Biológicas; Energia e Sustentabilidade; Empreendedorismo, Mundo do Trabalho e Projeto de Vida; e Júnior Menor.

O coordenador executivo de Projetos Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado, Marcius Gomes, destacou a importância da FECIBA para o fazer científico em sala de aula. “A FECIBA compõe as iniciativas de popularização das Ciências na Bahia e tem um papel proativo de intercâmbio, formação de profissionais da Educação, dinamização da produção científica e, para tanto, pretende elevar o número de professores, estudantes, municípios e escolas atendidos pelo programa. A ação é articulada com o Plano Estadual de Educação e com as Competências Gerais da Base Nacional Comum Curricular”, afirmou.

Sobre a FECIBA

O projeto foi idealizado em 2010e tem o objetivo de estimular a relação ensino-aprendizagem e fomentar o protagonismo dos estudantes na construção do seu conhecimento. Neste ano, além da iniciação científica, a FECIBA, que é desenvolvida no âmbito do projeto Ciência na Escola, passou a incluir os projetos estruturantes e intersetoriais da Secretaria da Educação do Estado. Nesta perspectiva, a FECIBA inova ainda mais os currículos escolares na sua 8ª edição, possibilitando a criatividade, a autonomia e o protagonismo estudantil com as artes, a cultura e o esporte.

Nenhum comentário: