Dimas Roque: Anti-vacinismo e Fake News na imunização são temas de duas Jornadas em Salvador

19.11.19

Anti-vacinismo e Fake News na imunização são temas de duas Jornadas em Salvador


 

Durante dois dias (22 e 23), as questões voltadas para a imunização serão discutidas durante a V Jornada Baiana de Imunizações e a VI Jornada Acadêmica de Imunizações da Bahia, que acontecerão no Novotel Salvador Hangar Aeroporto, das 8 às 18h. Esta será uma oportunidade de atualização científica e reciclagem para os profissionais. Os eventos são promovidos pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), em parceria com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e a Liga Bahiana de Infectologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA).


Os objetivos das jornadas são debater sobre os calendários e manuais, de acordo com as decisões do Programa Nacional de Imunizações (PNI), como também defender a regulamentação da atividade de vacinação e zelar pelo respeito à ética, bem como valorizar permanentemente as vacinas como ferramentas vitais para a promoção da saúde pública.

Dentre os assuntos que serão discutidos estão: Situação epidemiológica das doenças imunopreveníveis no Brasil e na Bahia; Prevenção da doença pneumocócica na infância; Vacinação para meningococo, importância da prevenção também como recomendar; Vacinação contra o HPV (meninos e meninas); Vacinação de gestante: presente e futuro; Anti-vacinismo e Fake News: preocupam?

Nesta jornada, marcarão presença, renomados profissionais da área, tais como Juazez Cunha, Isabella Ballalai, Renato Kfouri, da SBIm; Tania Petraglia, do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (Crie), do Rio de Janeiro. Da Sesab, teremos Akemi Erdens, Coordenadora do programa Estadual de Imunizações; Ramon Saavedra, sanitarista da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep); Nilda Ivo, também da Divep e representante da SBIm Bahia; Jacy Andrade, infectologista da UFBA, além de outros profissionais da área.

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) é uma entidade científica sem fins lucrativos, criada em 1998 para agregar profissionais de diferentes especialidades interessados no tema. Para  o Estado,  instituições e universidades, este encontro visa oferecer uma excelente oportunidade para os profissionais e estudantes atualizarem conhecimentos em imunizações e doenças imunopreveníveis.

Fonte: Divep.

Nenhum comentário: