Dimas Roque: POLÊMICA! PASSAGEIRA DO ÔNIBUS QUE SE ENVOLVEU EM ACIDENTE QUE CAUSOU A MORTE UM FUNCIONÁRIO MUNICIPAL DESMENTE O QUE FOI NOTICIADO.

24.8.09

POLÊMICA! PASSAGEIRA DO ÔNIBUS QUE SE ENVOLVEU EM ACIDENTE QUE CAUSOU A MORTE UM FUNCIONÁRIO MUNICIPAL DESMENTE O QUE FOI NOTICIADO.

Entrevistamos a senhora Ana uma das passageiras do ônibus que se envolveu em um acidente.

Através de seu relato ela desmente fatos que foram noticiados sobre o ônibus da secretaria municipal de saúde que se envolveu num trágico acidente que causou a morte do Senhor José Hamilton Funcionário e motorista da secretaria de Infra Estrutura.

Quando certas imprensas tomarem conhecimento desta entrevista iremos sofrer várias criticas, porque infelizmente essas imprensas tem medo da verdade, quem teme a verdade então se esconda!

Aqui o Povo fala e tem vez, o espaço está aberto para quem se sentir injustiçado, aqui a verdade é colocada acima de tudo, sabemos que muitas vezes a verdade é dura e amarga.

Pedimos a familia da vitima, que compreenda nosso objetivo, não queremos denegrir a imagem de quem quer que seja, somos solidários com a familia, sabemos o quanto é dificil perdermos um ente querido, por isso fizemos esse trabalho em busca do que realmente aconteceu neste acidente trágico.

Vejam a entrevista com a Senhora Ana.



Por Marcio Omena.

8 comentários:

ESPIRITO DE PORCO disse...

A bem da verdade Sr. Dimas, peca o laudo da Policia Rodoviaria Federa, tem um papelzinho redondo que o pessoal chama tacografo e nele tem a velocidade que o onibus estava naquele momento.

Anônimo disse...

Entrevista tendenciosa e cheia de cortes, quem assiste percebe que em vários momentos são cortadas várias partes.

Sobre anilton e a Santur não posso falar nada, mais em relação ao motorista, é um rapaz muito responsável que sempre fez o seu trabalho com segurança, a polícia federal recolheu no local do acidente o disco do tacógrafo que é onde fica registrado a velocidade do ônibus desde a hora que sai de Paulo Afonso até o momento em que chega no destino, e está comprovado que o ônibus em momento algum passou da velocidade estabelecida por lei. É uma irresponsabilidade afirmar que o ônibus estava em alta velocidade.

Quanto a afirmação de que o caminhão estava no acostamento com pneu furado é mentira, ele entrou na frente do ônibus no momento em que ele ultrapassava, não dando tempo para que o motorista reagisse.

Quanto a dizer que o rapaz teria sobrevivido ao acidente se tivesse tido assistencia é outra mentira, o atendimento foi feito por profissionais que não teriam retirado das ferragens se isso fosse causar a morte dele, ele teve morte instantanea segundo os profissionais.

Jornalismo sério aparece comprovas e não com depoimentos sombrios de uma pessoa que afirma que o motorista estava em alta velocidade e o rapaz teria sobrevivido se tivesse assistência.

Pergunto: essa senhora estava durante a viagem olhando o velocímetro do ônibus?? Alta velocidade numa estrada ruim é meio suspeito. essa senhora é paramédica ou socorrista?? entende algo de medicida ou observou os sinais vitais da vítima??
Cadê no site o laudo da ocorrência do acidente??

São afirmações irresponsáveis onde atinge terceiros, não se deve confundir raiva e desprezo pela prefeitura querendo passar por cima de outras pessoas inocente que estão apenas fazendo seu trabalho.

Anônimo disse...

gente vcs não percebem que estão usando pessoas ingênuas para fazerem pólitica.Respeitem o povo.Vcs ficam aí querendo derrubar o outro e não pensam nem na dor dos outros.Tomem vergonha,se querem o poder lutem com ideal e povo vai eleger vcs.Esse Brasil belo tornou-se lixo garaças a pessoas sem escrúpulos como vcs.Perdedores desequilibrados.Cade os projetos de vcs?reconheçam,o povo NÃO QUER VCS,BANDO DE INÚTEIS.

OTACILIO FRANCISCO DA SILVA disse...

A bem da verdade os comentaios acima pode ate fazer sentido, tacografo, velocidade, hoje em dia os equipamentos dizem tudo sobre os veiculos quando se trata de caminhoes e onibus. Vejam so se nao me engano esta mulher pode estar enganada pois se viesse na frente do veiculo eatria tambem falecida, outra coisa, qual a poltrona que ela estava. Pelo sim, pelo nao aprofundem os fatos pois e bom saber que nestes onibus estao tambem meus parentes que vao a Salavdor a tratamento medico pois aqui nao tem como se curar.

Anônimo disse...

Pela entrevista podemos ver como esta caotica a saude na Bahia. Cade o atendimento de uregencia nas estradas. E a vigilencia para conter os abusos pelos motoristas. E isto que da a dobradinha Lula e Wagner. Estadas perigosas, sem acostamentos, sem sinalizacao, sem iluminacao, sem seguranca, sem atentimento medico. Como voces disseram a falta de atendimento medico foi a causa da morte do rapaz. Entao pelo vistto o responsavel pela morte foi o Governo do Estado. Tenho ceteza que este comentario nao sera publicado, tevido a conducao tendenciosa da entrevistra.

Ricardo disse...

Se o ônibus estava correndo ou não, isso quem diz é o tacógrafo. E se o ônibus estivesse em alta velocidade e o caminhão estivesse parado, o estrago teria sido MUITO maior(quem estudou o básico de física sabe disso). A passageira nem tinha visibilidade para saber se o caminhão estava parado ou não. E pra finalizar, se não tivessem tirado os ferros do passageiro, como ele iria sair do ônibus para ser levado ao hospital?

Anônimo disse...

O blog do Marcio Omena nem teve a coragem e decência de publicar meu comentário por estar questionando a entrevista suspeita dele, fiz vários questionamentos e ele com medo da real verdade não publicou, pelo menos aqui no blog do Dimas quando faço críticas a alguma matéria dele ele coloca, não seleciona somente o que é de interesse dele, assume o que faz.
Marcio Omena, você precisa aprender muito para fazer bem feito.

Anônimo disse...

KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAK
ISSO É BEM TÍPICO DESSE SITESINHO DE MEIA PATACA.CACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACACAAAACACACACCACACAACACACACACCACACACACACC