11.7.21

Estudantes e familiares da rede estadual recebem novo crédito do programa Bolsa Presença



Sábado (10) foi um dia de compras para as famílias dos estudantes beneficiários do Bolsa Presença, uma das políticas de assistência estudantil desenvolvidas no âmbito do programa Estado Solidário, do Governo da Bahia. O crédito mensal de R$ 150, por família, está disponível nos cartões entregues pela Secretaria da Educação do Estado (SEC) e pode ser utilizado para a aquisição de alimentos, de material escolar ou outra necessidade familiar.

O estudante Kauan da Silva, 16, 2º ano, do Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro, em Salvador, disse que o valor já tem uma destinação certa em sua casa. “Minha mãe está desempregada e vou utilizar esta parcela para comprar alimentos no supermercado. O auxílio do Bolsa Presença tem sido de grande importância em minha residência e na de outros colegas da escola pelo fato de ser uma ajuda financeira, além de ser um incentivo para a presença nas aulas on-line diante da realidade atual em que vivemos”, afirmou o jovem, que também recebe o valor de R$ 55 do Vale-alimentação estudantil.

Este é o terceiro dos seis créditos previstos pelo programa, cujo objetivo é apoiar financeiramente as famílias dos estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica e cadastradas no CadÚnico e assegurar a permanência dos alunos nas atividades letivas. A previsão é a de que o Bolsa Presença alcance 311 mil famílias de 357 mil estudantes da rede estadual de ensino.

O secretário Jerônimo Rodrigues destacou os investimentos do Governo da Bahia no Bolsa Presença e em outros programas educacionais. “Só no Bolsa Presença, o governo do Estado destina R$ 208 milhões para as seis parcelas. Se somarmos com o Vale-alimentação Estudantil e o Mais Estudo, que é um programa de monitoria em Língua Portuguesa e Matemática, são mais de meio bilhão de reais de recursos próprios do Estado voltados para assistir financeiramente aos estudantes e suas famílias, com a finalidade de garantir que o estudante permaneça na escola e continue seu percurso educacional”, afirmou.

Vale-alimentação – Além do Bolsa Presença, o crédito Programa Vale-alimentação Estudantil (PVAE) será efetuado no dia 15 de julho. Os benefícios são acumulativos, ou seja, se a família recebe o Bolsa Presença, o estudante também receberá o PVAE. Em sete parcelas, o PVAE representa um investimento de R$ 316 milhões com recursos próprios do Estado, visando assegurar a segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias.

Todos os estudantes matriculados na rede estadual de ensino (cerca de 900 mil) recebem o valor de R$ 55 por parcela. O valor é exclusivamente para a compra de alimentos, em mais de 20 mil estabelecimentos credenciados nos 417 municípios baianos, além de distritos e povoados, movimentando, também, a economia local e do Estado.  

Em caso de dúvida sobre o Bolsa Presença e o vale-alimentação, o estudante ou pais/responsáveis deve entrar em contato com a escola onde está matriculado ou pelos canais da Ouvidoria (0800 284 0011 e e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov). Outras opções são as contas do Facebook (@ouvidoriageraldabahia) e do Instagram (@ouvidoriageralbahia) da Ouvidoria Geral do Estado.

Foto: Divulgação.

Nenhum comentário: