18.9.15

Entre Ratos e Urubus.

Eu sou do tempo em que um sujeito para qualificar alguém que dizia uma coisa, mas fazia outra totalmente diferente dizíamos, “o macaco não olha para o próprio rabo”. Pois é assim que vejo hoje o contumaz crítico da Presidenta Dilma e é deputado federal pelo estado de Sergipe, o Senhor André Moura, do PSC – Partido Social Cristão, que de ação cristã não me parece ter nada.
O deputado é figurinha carimbada no congresso quando se trata de atacar o governo federal. Ele também está envolvido na tentativa de golpe, via manobra no parlamento para derrubar a presidenta. Mas, este mesmo golpista, que fala aos quatro cantos contra a corrupção, está envolvido em vários processos pela justiça. Alguns destes, cora qualquer Cristão com o senso de vergonha na cara.
Este paladino da moral alheia, responde a seis processos. Ele é réu por “crimes que vão de apropriação indébita, desvio ou utilização de bens públicos do município de Pirambu (SE), e até mesmo uma suposto envolvimento em um caso de tentativa de homicídio”. Está no insuspeito, neste caso, O Globo.
Mas, Moura parece ter encontrado um lugar ao lado do atual presidente da Câmara Federal, o Eduardo Cunha. Virou homem de recado a disparar ligações para deputados, presidentes de partidos. Dizem até que atualmente um dos seus transportes seria a aviação. Podemos perguntar quem está pagando suas viagens em busca de apoio para derrubar a Presidenta? Tudo isto com um único intuito, o de arregimentar gente para a participação no golpe que tentam dar contra Dilma Roussef.
Ele fala dos possíveis pecados praticados pelos outros, com isto tenta esconder a sua participação nos crimes a que estão lhe sendo imputados. Vale repetir aqui, “o macaco não olha para o próprio rabo”. E vai seguindo em sua cruzada golpista, entre Ratos e Urubu da política mais atrasada do Brasil. Gente que não se conforma com as derrotas que lhe foram impostas por um modelo de gestão que priorizou os mais necessitados da população Brasileira. Aqueles milhões de pessoas que saíram da linha da miséria. Moura é daqueles que estão jogando no quanto pior melhor. Mas, o melhor para ele e os seus.

Dimas Roque.

Nenhum comentário: